Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar e interdisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas em diversos aspectos, como:
tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.

TRADUTOR

sexta-feira, 1 de julho de 2022

INFOABRAFIBRO - SEMANA 25 a 30.06.22

INFOABRAFIBRO - SEMANA 25 a 30.06.22

Está prontinho para sua leitura.

As principais novidades do mundo da fibromialgia.

Para ler a matéria na íntegra, click no título que deseja saber mais.

Pronto! Será direcionado à página que é a fonte do artigo.

Precisamos lembrar que, todo trabalho realizado na ABRAFIBRO é 100% voluntário, entre pacientes e profissionais da saúde e do direito.

Respeite e prestigie este e todo material que é dispoibilizado aos nossos leitores.

A ABRAFIBRO acredita que e conhecimento empodera a todos.

E sobre seu APOIO e de seus contatos a nossa Ideia Legislativa, apresentada ao Senado

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=162957

Fizemos um vídeo para melhor explicar como fazer para que, seu APOIO seja devidamente computado.

Veja lá no YouTube

https://youtu.be/yF31domJSR8

Está bem explicadinho!

Contamos com seu Apoio e de todos os seus contatos. Divulguem nos grupos que participam, entre seus familiares,...

O sucesso desta Ideia Legislativa não depende apenas do esforço da ABRAFIBRO, mas de todos os pacientes Reumáticos e sua rede de amigos e familiares.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

10 perguntas que você deve fazer ao seu médico se tiver fibromialgia

Ashley Nestler MSW



Ser diagnosticado com fibromialgia pode parecer assustador. Há muito o que aprender sobre esta doença e como ela pode afetá-lo. Os médicos podem ser extremamente úteis neste caso, porque muitas vezes podem responder a muitas das suas perguntas com facilidade e conhecimento. A pesquisa por conta própria também pode ser útil, mas às vezes pode ser necessário levar o que você aprende para seus médicos para ajudar a desmascarar alguns dos mitos que você encontra. A seguir estão 10 ótimas perguntas para perguntar ao seu médico se precisar de alguma orientação sobre o que perguntar.

1) Quais medicamentos estão disponíveis para fibromialgia?
A medicação tende a ser a melhor escolha para controlar a fibromialgia. Seu médico pode encaminhá-lo a um reumatologista para discutir outros tratamentos e criar um plano de tratamento. Ao se encontrar com este médico, você pode pedir para discutir todas as opções de medicamentos e possíveis efeitos colaterais para tomar uma decisão informada sobre sua saúde.

2) O exercício ou a atividade física ajudarão com meus sintomas de fibromialgia?
Existem muitas opiniões diferentes sobre o papel do movimento e do exercício no tratamento da fibromialgia. Isso tende a variar de pessoa para pessoa com base nos sintomas de cada pessoa e no que eles podem lidar melhor. Seu médico pode discutir o papel do movimento em seu tratamento e ajudá-lo a tomar uma decisão sobre o que é melhor para seu corpo.

3) Existem dietas especiais que podem ser úteis para a fibromialgia?
Embora os médicos possam ser úteis ao perguntar sobre dietas especiais, sua amplitude de conhecimento sobre nutrição geralmente não é muito vasta. Com isso dito, sugiro que falar com um nutricionista, nutricionista ou até mesmo naturopata pode ajudá-lo a aprender sobre qualquer pesquisa que tenha sido feita sobre a conexão da dieta com a fibromialgia, enquanto o ajuda a orientar possíveis mudanças no estilo de vida que podem ajudá-lo a gerenciar sua fibromialgia melhor.

4) Existem tratamentos alternativos para a fibromialgia?
Como a pergunta acima, às vezes opções de tratamento mais naturais podem ser discutidas com um naturopata ou um educador físico, de estilo de vida, especializado em fibromialgia. Você pode pedir recomendações ao seu médico nesta área, e eles podem ajudar a orientá-lo para profissionais que possam ajudá-lo.

5) Posso controlar a fibromialgia sem medicação?
Perguntar ao seu médico sobre como controlar a fibromialgia sem medicação pode ajudar a orientá-lo para todas as opções de tratamento, além de lhe dar uma ideia de como pode ser a vida sem medicação, considerando a gravidade dos seus sintomas. Seu médico poderá ajudá-lo a entender melhor o papel da medicação em seu tratamento e o que ficar sem medicação pode significar para sua saúde.

6) Quão fisicamente ativo posso ser com fibromialgia?
O nível de atividade física que um indivíduo é capaz de gerenciar depende profundamente da gravidade dos sintomas de cada indivíduo e de como o movimento afeta seus sintomas. No entanto, ao trazer o assunto ao seu médico, ambos podem acompanhá-lo enquanto experimenta diferentes formas de movimento e documenta como elas o fazem sentir. Este processo de tentativa e erro pode ajudá-lo a entender melhor que tipo de movimento é mais benéfico para você e sua doença.

7) A fibromialgia é uma doença crônica?
Ao perguntar ao seu médico sobre a fibromialgia e como ela pode evoluir ao longo do tempo, você pode aprender mais sobre como a fibromialgia geralmente não é um distúrbio progressivo, mas com que frequência os sintomas pioram com o tempo. Seu médico pode ajudá-lo a navegar nessa possibilidade e se preparar para isso.

8) Devo parar de tomar minha medicação se sentir que meus sintomas de fibromialgia melhoraram?
Você deve sempre conversar com seu médico antes de decidir parar de tomar um medicamento. Trazer essa opção ao seu médico irá ajudá-lo a aprender mais sobre o papel do medicamento e como o medicamento está ajudando você.

9) Que outras condições podem ocorrer ao lado da fibromialgia?
A fibromialgia geralmente ocorre com muitas doenças e condições mentais, como o lúpus. Aprender mais sobre essas condições pode ajudá-lo a entender como sua fibromialgia pode ter se desenvolvido, enquanto ajuda você a aprender como gerenciar quaisquer outras condições que você tenha que possam estar conectadas à sua fibromialgia.

10) A fibromialgia é uma doença mental?
Este é um mal-entendido comum , e seu médico pode ajudá-lo a entender melhor como sua fibromialgia pode afetá-lo física e mentalmente. Compreender os dois lados da doença pode ajudá-lo a entender melhor como gerenciar sua fibromialgia.

A fibromialgia pode parecer uma doença complicada que muitas vezes é difícil de entender, mas com a ajuda do seu médico, você pode aprender mais sobre a doença e como ela pode afetá-lo agora e no futuro. Espero que as perguntas acima forneçam informações para você levar para sua próxima consulta com o médico!

Tradução - Google
Fonte: https://themighty.com/2022/06/questions-ask-doctor-fibromyalgia

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

7 remédios naturais para fibromialgia

Os tratamentos padrão da fibromialgia nem sempre fornecem uma solução perfeita. Essas terapias complementares podem ajudar.

O que é fibromialgia?

A fibromialgia é uma condição crônica que consiste em dor musculoesquelética que é tipicamente descrita como uma “sensação de dormência, picada, queimação e pontada”. Problemas de sono, fadiga e sofrimento emocional também podem vir com essa condição.

Atualmente, a fibromialgia não tem cura e os médicos não têm certeza do que a causa.

Os tratamentos padrão para os sintomas da fibromialgia incluem analgésicos, antidepressivos e medicamentos anticonvulsivantes. Estes podem ajudar a reduzir sintomas como dor, fadiga e insônia.

Para algumas pessoas, porém, esses medicamentos podem não fornecer a solução perfeita. Eles podem causar efeitos colaterais que os tornam difíceis de continuar tomando e podem não aliviar adequadamente a dor.

Por causa disso, mudanças de estilo de vida e remédios mais naturais são frequentemente recomendados. Abaixo estão alguns dos remédios naturais mais populares para a fibromialgia.

Remédio natural nº 1: Yoga

Vários estudos sugerem que a ioga pode ajudar a aliviar os sintomas da fibromialgia. Um pequeno, mais velho estudo de 2012, descobriram que a ioga, juntamente com exercícios de respiração e meditação, melhorou os sintomas da fibromialgia e as habilidades de enfrentamento. Isso ainda era verdade mesmo 3 meses após o estudo inicial – desde que o indivíduo ainda estivesse praticando.

Um mais novo relato de caso de 2020 confirmou essas declarações, descobrindo que 9 meses de yoga ajudaram um indivíduo que vive com fibromialgia a experimentar uma redução na fadiga muscular e melhora na qualidade de vida geral.

Um estudo de 2019 também descobriu que a ioga parecia diminuir os sintomas de dor e melhorar o sono, embora modestamente.

Os pesquisadores alertam que quanto mais se apega a uma prática real de ioga, melhor funciona na dor e no sono. Eles também alertam que mais estudos precisam ser feitos para entender melhor quais indivíduos esse remédio natural pode se beneficiar mais.

Remédio natural nº 2: Meditação

A meditação pode mudar a maneira como seu cérebro processa os sinais de dor? Está claro que a meditação pode proporcionar algum alívio da dor da fibromialgia.

Uma revisão clínica de 2015, encontraram evidências de que a meditação pode aliviar a gravidade dos sintomas da fibromialgia, bem como o estresse percebido.

Um mais novo de 2017, também concluíram que a meditação da atenção plena pode melhorar os casos de dor, estresse e gravidade dos sintomas em indivíduos que vivem com fibromialgia.

O estudo continua dizendo que mais pesquisas precisam ser feitas para ver se a meditação realmente ajuda a mudanças fisiológicas criativas ou simplesmente permite que um indivíduo lide melhor com seus sintomas.

Remédio natural nº 3: Massagem terapêutica

A massagem terapêutica pode ser muito benéfica para uma variedade de condições, incluindo a fibromialgia.

De acordo com uma revisão de 2014, indivíduos que foram capazes de participar de massagem terapêutica por mais de 5 semanas tiveram melhora dos sintomas de dor, ansiedade e depressão. Tal como acontece com muitos outros remédios naturais, porém, os pesquisadores dizem que mais estudos em uma ampla gama de pessoas precisam ser feitos.

Remédio natural nº 4: Exercício

Mesmo que possa ser difícil motivar-se a se exercitar quando você está lidando com uma crise de dor na fibromialgia, estudos mostram que tanto o exercício aeróbico quanto o levantamento de peso são benéficos.

Na verdade, em 2017 descobriram que exercícios aeróbicos e de fortalecimento muscular são a forma mais eficaz de reduzir a dor e melhorar o bem-estar em indivíduos com fibromialgia.

Se você nunca levantou pesos antes, converse com um personal trainer certificado sobre alguns movimentos úteis para começar .

Remédio natural nº 5: Acupuntura

A acupuntura é uma forma antiga de medicina tradicional chinesa na qual agulhas finas são inseridas na pele em diferentes pontos do corpo. É usado para tratar uma variedade de condições.

De acordo com uma revisão em 2019, a acupuntura é um tratamento seguro e eficaz para a fibromialgia, e pode até ser mais eficaz do que a medicação, tanto a curto quanto a longo prazo, quando se trata de controle da dor. Mas mais estudos em larga escala precisam ser feitos antes que os pesquisadores possam dizer com certeza a eficácia desse remédio em todos os aspectos.

Remédio natural nº 6: Tai chi

Tai chi é outra prática chinesa antiga. Envolve mover seu corpo lenta e suavemente através de uma série de poses e mostrou algum potencial para aliviar os sintomas da fibromialgia.

De acordo com um estudo de 2018, que acompanhou 226 indivíduos com fibromialgia por 52 semanas, a prática de tai chi uma ou duas vezes por semana produziu melhora semelhante ou maior nos sintomas da fibromialgia do que o exercício aeróbico, tornando-se um remédio natural eficaz.

Remédio natural nº 7: Gerenciamento do estresse

A fibromialgia é uma condição de dor relacionada ao estresse, o que significa que os sintomas podem aumentar quando o estressehormônios como o cortisol aumentamFonte confiável. De acordo com um estudo de 2019 , as aulas de gerenciamento de estresse para mulheres com fibromialgia pareciam reduzir a quantidade de dor que elas sentiam.

De acordo com o mesmo estudo, o aconselhamento com abordagens cognitivo-comportamentais também reduziu os marcadores de inflamação e dor.

Pessoas com fibromialgia geralmente têm um histórico de transtorno de estresse pós-traumático e devem ser rastreadas e tratadas para isso, pois podem experimentar estresse com mais intensidade.

Não desista de sua busca por alívio
A pesquisa sobre a fibromialgia está em andamento. Os especialistas continuam a fazer novas descobertas sobre o que pode estar causando a doença, bem como quais tratamentos são mais eficazes.

Além dos remédios naturais acima, manter uma dieta rica em nutrientes, cheia de frutas e vegetais frescospode serFonte confiávelbenéfico para a dor da fibromialgia, assim como focar em dormir bastante.

Obter quantidades adequadas de vitaminas B e D, bem como ferro, também pode ajudar com seus sintomas. Converse com um profissional de saúde sobre a possibilidade de adicionar vitaminas à sua rotina diária.

Se os medicamentos padrão não estiverem dando o alívio que você precisa, converse com um profissional de saúde sobre terapias complementares. Massagem terapêutica, ioga, meditação ou outras opções podem não apenas ajudar com a dor, mas também melhorar sua qualidade de vida.

Tradução - Google
Fonte: https://www.healthline.com/health/fibromyalgia-natural-remedies?/ 
nota: ao final da reportagem original, existem mais 14 fontes de consutas que serviram de base para a mesma.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Entenda porque com humor dói menos












Autor: Julio Troncoso

Fonte: dorcronica.blog.br

Meses atrás inclui 7 cartuns no espaço do blog chamado Galeria, que hospeda imagens e textos pelos quais um profissional da saúde pode educar seu paciente na dor e seu gerenciamento. Agora há outras duas iniciativas recém implantadas....

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Pacientes de São Luis denunciam descumprimento de Lei 


Mediante muitas reclamações nas redes sociais, pacientes revoltados se reúnem e resolvem denunciar a falta de cumprimento de  Leis que beneficiam os Fibromialgicos.

Este é um fato que já vem ocorrendo desde o início do ano, como o caso da confecção das carteiras de prioridade fornecidas pelo município de São Luis, onde pacientes relatam que deram entrada desde janeiro e ainda não receberam.

Após março a Secretaria de Saúde - SEMUS nos informou que o equipamento teria quebrado e que providenciaram a contratação de outra empresa para o fornecimento. Até o momento, nada de resolução do problema, descumprindo a Lei n° 6.605/19.

Outra queixa, também se referindo a descumprimento de LEI, agora sobre o Estado do Maranhão trata-se da Lei n° 11.543/21, que define o Fibromiálgico como deficiente.

Pacientes tem passado por perícias médicas a fim de aquisição de passe livre e estão sendo negados no seu direito como deficiência.

Outro fator tem sido constante, o serviço de Disk Saúde, que não funciona e não dá a devida devolutiva aos pacientes quanto marcações de consultas, haja visto que o atendimento foi disponibilizado recentemente como referência no Estado.

Judicializado a Ação Pública com o Defensor Público, Dr. Cosmo Sobral, as pacientes voluntárias do grupo, Arady, Márcia Albuquerque e Celly, através da Coordenadora Simone Eli Bombardi e a Abrafibro relataram também 

a questão da sinalização(símbolo da Fibromialgia nas placas dentro das instituições), na Carteira de Identidade....

Queixa esta, pois a solicitação foi feita em 2021 ao órgão do PROCON, que nunca se manifestou em uma devolutiva.

Conforme relata Márcia Albuquerque:

"...na presença do Defensor,  nós reforçamos a pauta pra ele e ainda abordamos as dificuldades que a falta de conhecimento e de respeito aos nossos direitos garantidos por Lei, nos causam. 

Ele foi sensível aos pontos elencados e disse que apesar do Maranhão ser uma unidade da federação até "adiantada" nessa questão,  muita coisa ainda carece ser feita".

Certos de que as solicitações serão atendidas, pedimos a todos os pacientes que aguardem por uma nova publicação

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

JUNDIAÍ com foco na Fibromialgia! 


A Coordenadora do Grupo de Apoio Jund Fibro e Região, Simone Eli Bombardi, através da ABRAFIBRO, foi recebida dia 20 de junho pelo Vereador Albino na cidade de Jundiaí - SP!

Muito receptivo aos fibromiàlgicos, o Vereador se colocou a disposição para o engajamento da melhoria e qualidade de vida dos pacientes e nos deixou a par do que já existe sobre as Leis e ainda recebeu nossa PL referente a vagas de estacionamento prioritários.

Quer ficar por dentro dos seus direitos?

Então veja abaixo:

LEI 4.180/93

Que prevê atendimento preferencial em repartições públicas e privadas.

LEI 9.033/18

Prevê em estabelecimento privado de saúde, atendimento prioritário para exames  médicos e laboratoriais em caso de jejum total.

LEI 9.230/19

Inclui no calendário Municipal de eventos o DIA DA CONSCIENTIZAÇÃO DA FIBROMIALGIA

PL 13.310/21

Que altera a Lei 9.033, que prevê a carteira de identificação para a pessoa com fibromialgia.

De autoria dos vereadores Antônio Carlos Albino e Paulo Sérgio Martins.

Lembrando que ainda encontra-se tramitando.

PL 55.433/22

Protocolada em 23/06/22.

Prevê o uso de vagas preferenciais de estacionamento as pessoas com fibromialgia.

De autoria dos Vereadores Antônio Carlos Albino e José Antônio Kachan Júnior.

A pedido da Abrafibro através do Grupo de Apoio Jund Fibro e Região.

O Vereador ainda se colocou a disposição para que em breve possamos realizar uma AUDIÊNCIA PÚBLICA, assim que a reforma da Câmara Municipal terminar sua reforma entre outros avanços futuros aos pacientes.

Nós da ABRAFIBRO agradecemos, é assim, com engajamento diário que realizamos nosso trabalho para o avanço e a conscientização!

@albino_vereador @jundfibroeregiao @simoneelibombardi @drkachanjunior 

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Município de Itajaí/SC entrega carteira de identificação a portadores de fibromialgia

O Município de Itajaí, através das Secretarias de Promoção da Cidadania e de Saúde, realizou a entrega de carteiras de identificação para portadores de fibromialgia na última quinta-feira (23). A ação ocorreu no Centro de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CEPICS).....

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Projeto prevê tratamento da fibromialgia como política pública no Paraná



Os deputados Luiz Claudio Romanelli e Pedro Paulo Bazana apresentaram, nesta segunda-feira (27) na Assembleia Legislativa do Paraná, o projeto de lei 280/2022 que institui a Política Estadual de Proteção e Fomento dos Direitos da Pessoa com Fibromialgia....





^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Vereador propõe implantação do "centro de tratamento da dor" em Petrópolis


A Câmara Municipal aprovou na última quinta-feira (23) uma proposta de autoria do vereador Eduardo do Blog que sugere a implantação do "Centro de Tratamento da Dor" no município de Petrópolis. A iniciativa prevê...

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Projeto que garante fila preferencial para portadores de fibromialgia é aprovado por vereadores de Simões Filho - BA





Foi aprovado, na 18ª Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira (28), o projeto de lei de nº 006/2022, de autoria do presidente da Casa, vereador Eri Costa, que institui o Dia Municipal da Fibromialgia, em 12 de maio, além de assegurar, às pessoas portadoras da síndrome, filas e vagas de estacionamento preferencial...

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Lei determina atendimento preferencial a pessoas com fibromialgia no Estado do Maranhão



O governador em exercício, desembargador Paulo Velten, sancionou a Lei 11.778/2022, originária do Projeto de Lei 468/2022, de autoria do deputado Adriano, que determina a obrigatoriedade de atendimento preferencial às pessoas com fibromialgia....

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

sexta-feira, 24 de junho de 2022

INFOABRAFIBRO - SEMANA 17 a 24.06.22

Está prontinho para sua leitura.

As principais novidades do mundo da fibromialgia.

Para ler a matéria na íntegra, click no título que deseja saber mais.

Pronto! Será direcionado à página que é a fonte do artigo.

Precisamos lembrar que, todo trabalho realizado na ABRAFIBRO é 100% voluntário, entre pacientes e profissionais da saúde e do direito.

Respeite e prestigie este e todo material que é dispoibilizado aos nossos leitores.

A ABRAFIBRO acredita que e conhecimento empodera a todos.

E sobre seu APOIO e de seus contatos a nossa Ideia Legislativa, apresentada ao Senado

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=162957

Fizemos um vídeo para melhor explicar como fazer para que, seu APOIO seja devidamente computado.

Veja lá no YouTube

https://youtu.be/yF31domJSR8

Está bem explicadinho!

Contamos com seu Apoio e de todos os seus contatos. Divulguem nos grupos que participam, entre seus familiares,...

O sucesso desta Ideia Legislativa não depende apenas do esforço da ABRAFIBRO, mas de todos os pacientes Reumáticos e sua rede de amigos e familiares.

Nossa união faz toda diferença.

Vamos às outras notícias...

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^










O Curso é inédito no Brasil está disponível no Blog Dor Crônica.

Para acessar, click no título para ser redirecionado.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Fibromialgia: pesquisa aponta impacto na qualidade de vida dos pacientes 

A Fibromialgia é uma síndrome que acomete de 2% a 8% da população mundial e a doença se caracteriza pela presença de dor musculoesquelética inflamatória associada a outros sintomas, tanto físicos quanto psicológicos, que a tornam uma patologia de difícil reconhecimento precoce....

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Sentindo Dores? Veja 5 Dicas de Fisioterapia Para Você Fazer em Casa

A fisioterapeuta Raquel Silvério traz algumas dicas de como aliviar esse desconforto dentro de casa, confira...

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Doutor, estou com insônia. Preciso tomar remédio para dormir?

Se você luta para dormir há muito tempo, busque um profissional de saúde mental. Ele poderá ajudá-lo a identificar qual é o problema que está na base da sua dificuldade....

Por Dr. Arthur Guerra


°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Perguntas-Chave ao receber um Diagnóstico

Não tenha medo de fazer perguntas quando estiver no consultório de um profissional de saúde...

Autora: Helene M. Epstein

Fonte: Blog Dor Crônica

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

O tratamento da dor crônica é ainda inadequado

Assistimos apesar de progressos ainda uma realidade de inúmeras pessoas sofrendo desnecessariamente por dores. Uma das razões é que o conhecimento já estabelecido...

Autor: José Oswaldo de Oliveira Júnior

Fonte: sbed.org.br


°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Goiás 

Rubens Marques apresenta projeto de passaporte da fibromialgia no Estado de Goiás


O deputado Rubens Marques (Estado de Goiás) apresentou, nesta quarta-feira, 15, um novo projeto que visa a criação de Cadastro e Passaporte da Fibromialgia, para a identificação dos beneficiários.... 

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Três Barras/SC

Lei que beneficia pacientes com Fibromialgia vai à sanção em Três Barras - Santa Catarina







Josi Gazaniga a autora do PL aprovado

Projeto de Lei teve origem na própria câmara e busca dar mais atenção e conforto às pessoas nesta condição...

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Piracicaba/SP

Câmara aprova documento de identificação a portadores de fibromialgia em Piracicaba SP


A Câmara Municipal de Piracicaba aprovou, em primeira discussão, o projeto de lei 76/2022, do vereador Ary de Camargo Pedroso Jr., que cria documento de identificação aos portadores de Fibromialgia a ser expedido pela Secretaria Municipal de Piracicaba...

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Maranhão


A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na sessão plenária desta terça-feira (21), em segundo turno, o Projeto de Lei 468/2022, que dispõe sobre atendimentos preferenciais às pessoas com fibromialgia. A proposição é de autoria do deputado Adriano e foi encaminhada à sanção do governador.

*É um complemento a Lei 11.177/2019 de autoria do Deputado Estadual Dr Yglesio.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Uruguaiana/RS


A Câmara Municipal de Uruguaiana reitera pedido de informações sobre a regulamentação da Lei que dispõe sobre atendimento preferencial às pessoas com Fibromialgia.

segunda-feira, 20 de junho de 2022

VAMOS FALAR SOBRE FIBROMIALGIA


 

A entrevista vai ao ar dia 21/06 na TV MIRANTE, afiliada da Globo!

E você que é do Maranhão, principalmente, não pode perder ok!

A conscientização e a mobilização devem ser um trabalho árduo, para que a sociedade se conscientize e, os direitos conquistados!

Esse é um trabalho que a administradora do Grupo de Apoio Fibromialgia Maranhão, Simone Eli Bombardi vem desenvolvendo a alguns anos em prol dos pacientes do Estado. Mas todo paciente precisa e pode fazer o mesmo.

E é como referência Nacional nas conquistas que, nós da ABRAFIBRO caminhamos juntos!

A união faz toda diferença!


sexta-feira, 17 de junho de 2022

INFOABRAFIBRO - SEMANA DE 10 a 16.06.22

Está prontinho para sua leitura.

As principais novidades do mundo da fibromialgia.

Para ler a matéria na íntegra, click no título que deseja saber mais.

Pronto! Será direcionado à página que é a fonte do artigo.

Precisamos lembrar que, todo trabalho realizado na ABRAFIBRO é 100% voluntário, entre pacientes e profissionais da saúde e do direito.

Respeite e prestigie este e todo material que é dispoibilizado aos nossos leitores.

A ABRAFIBRO acredita que e conhecimento empodera a todos.


E sobre seu APOIO e de seus contatos a nossa Ideia Legislativa, apresentada ao Senado

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=162957

Fizemos um vídeo para melhor explicar como fazer para que, seu APOIO seja devidamente computado.

Veja lá no YouTube

https://youtu.be/yF31domJSR8

Está bem explicadinho!

Contamos com seu Apoio e de todos os seus contatos. Divulguem nos grupos que participam, entre seus familiares,...

O sucesso desta Ideia Legislativa não depende apenas do esforço da ABRAFIBRO, mas de todos os pacientes Reumáticos e sua rede de amigos e familiares.

Nossa união faz toda diferença.

Vamos às outras notícias...

Histórias que nos motivarão...

'Por muito tempo achavam que eu estava querendo chamar a atenção'

Por muito tempo suas dores, causadas pela fibromialgia, foram desacreditadas. Com o diagnóstico correto, Isa se deu conta de sua força - e passou a respeitar os próprios limites

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Dani Valente explica fibromialgia com foto de antes e depois da doença




^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Fibromialgia e o lado emocional: como a saúde mental influencia os sintomas?

Diagnóstico está intimamente ligado a sensações de estresse ou tristeza; saiba como lidar

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^ 

Cinesiofobia: medo de movimentos pode prejudicar qualidade de vida

É comum a crença de que realizar determinadas atividades pode gerar incômodos ou provocar lesões, preocupação recorrente principalmente entre pessoas que convivem com dores crônicas. Esse medo é uma reação natural, mas

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Procura por medicamentos para dor crônica explode entre brasileiros

Condições mais comuns para uso dos remédios são dor de cabeça, hérnia de disco lombar, ⁸ e fibromialgia 


Remédios para dor crônica: entre 2021 e 2022, demanda média aumentou 109,53% em comparação com os doze meses anteriores, mostra pesquisa da Interplayers Thinkstock/VEJA 

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Para quem sofre de dor crônica, um dos piores aspectos da doença crônica é ter crises. As crises são um início aumentado e grave dos sintomas de uma doença crônica. Também podem incluir sintomas adicionais experimentados apenas durante esse estágio e geralmente não experimentados durante os estágios sem crises. Por exemplo, pessoas com fibromialgia geralmente relatam uma sensação de que todo o corpo está em chamas durante o estágio de crise.

Os surtos são debilitantes, isolados e às vezes parecem intermináveis. Os entes queridos de guerreiros de doenças crônicas, muitas vezes se sentem impotentes durante os surtos porque não sabem o que fazer. Sejamos honestos, há muito poucas coisas que os entes queridos podem  fazer durante um surto. Com isso em mente, aqui está uma pequena lista de perguntas muito básicas, mas muito importantes, que amigos e familiares podem fazer durante esta fase difícil:

1. “Há algo que eu possa fazer?”

A resposta a esta pergunta não só ajuda o guerreiro da doença crônica, mas a pessoa que faz a pergunta. Amigos e familiares se sentem impotentes ao ver seu ente querido com dor, então qualquer sugestão de como eles podem ajudar os faz se sentir úteis e necessários. Minhas sugestões são bolsas térmicas, xícaras de chá (em uma caneca leve, às vezes com um canudo se eu ainda não conseguir aguentar o peso da caneca) e meus travesseiros. Frequentemente peço à minha família que me ajude a ajustar meus travesseiros e reaquecer minhas bolsas de calor. Isso faz com que o guerreiro da doença crônica se sinta mais confortável (pode não haver muito a ser feito para aliviar a dor), mas também os ajuda a relaxar mais na esperança de adormecer. Pelo menos durante o sono, a dor não é tão ruim. 

2. “Você tomou todos os seus medicamentos?”

Mesmo que alguém esteja vigilante sobre tomar seus medicamentos, essa pergunta é sempre um bom lembrete de qualquer medicamento que seus médicos disseram que eles podem tomar, além dos medicamentos prescritos.

3.  Posso colocar uma distração para você?”

Embora uma distração certamente não elimine a dor, ela ajuda a distrair a mente de saber que o corpo está com dor.

Por “distrações”, não estou falando de teatro amador (embora isso possa ser bastante divertido). Refiro-me a outras formas de entretenimento, como DVDs ou música. Filmes engraçados ou mesmo clipes engraçados do YouTube são especialmente distrativos da dor. Acho que estou mais distraído da dor quando estou assistindo algo que não vi antes.

Música animada geralmente é melhor durante uma crise, porque se a música for muito lenta e calmante, isso pessoalmente me faz ficar mais consciente dos meus níveis de dor. Por exemplo, enquanto a música de meditação é muito calmante (eu a recomendaria para ataques de pânico), eu não a recomendaria ao experimentar um surto particularmente ruim de dor de fibromialgia. Uma das estranhas “peculiaridades” da fibromialgia é a sensibilidade ao ruído (entre outras coisas), então, por outro lado, se a música for muito animada ou alta, aumenta meus níveis de dor. As estações de rádio populares são um bom ponto de partida para um pouco de equilíbrio musical.

4. “Posso chamar alguém para você?”

Às vezes ajuda ter companhia. Assim como uma pessoa doente no hospital, às vezes é reconfortante ter alguém  , mesmo que nenhum de vocês esteja falando. Um amigo assistindo a um filme comigo em casa prova ser uma presença reconfortante. Um membro da família sentado ao meu lado enquanto estou tentando adormecer, ajuda a me tranquilizar de que está tudo bem e que vou superar esse surto. Até mesmo alguém segurando gentilmente minha mão enquanto tento adormecer ajuda; isso me garante que é seguro adormecer porque alguém está lá para mim.

5. “Você sabe que vai superar isso, não sabe?”

Esta é uma das perguntas mais importantes a fazer a alguém que está passando por uma crise. (OK, originalmente era uma declaração, mas eu a transformei em uma pergunta para poder incluí-la nesta lista.) Não há um período de tempo especificado para a crise. Fazer essa pergunta lembra ao guerreiro da dor crônica que geralmente é de curta duração, seja por alguns dias, algumas semanas ou alguns meses.  Isso os lembra que haverá dias melhores Mais importante ainda, dá-lhes motivos para ter esperança. Pois sem esperança não temos nada.

Tradução via Google

Fonte: https://themighty.com/2016/07/how-to-help-friend-with-fibromyalgia-or-pain-flare-up/?utm_source=cordial&utm_medium=email&utm_campaign=segment_hot_daily_article_recommendation

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

SENADO FEDERAL

PL 00523/2011

Recebeu Ementa*: Estabelece Programa de abatimento no IRPF do gasto na compra de medicamentos de doenças que especifica e dá outras providências.

*Antes era apenas para fibromialgia

Situação: 01/06/2022 - REMETIDA À CÂMARA

Volta à Câmara dos Deputados para nova tramitação.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

RESENDE/RJ

Portadores de Fibromialgia devem fazer carteira de identificação para terem benefícios em Resende

O vereador Sandro Ritton está alertando as pessoas sobre a importância de fazer a carteirinha de identificação de portadores de Fibromialgia. A Lei N.º 3523, de autoria do parlamentar, foi instituída em 2019.

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^^°

DISTRITO FEDERAL

Comissão de Educação e Saúde aprova mais de 30 proposições

"...Duas matérias aprovadas referem-se aos fibromiálgicos. O PL nº 2.308/2021, de autoria do deputado João Cardoso, reconhece os cidadãos com a enfermidade como pessoa com deficiência, nos termos do Estatuto da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal, e institui o 12 de maio como Dia da Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia. Já o PL nº 1.861/2021, de autoria do deputado Martins Machado, tratar da reserva de vagas para pessoas com fibromialgia em estacionamentos públicos e privados.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Falta de Medicamentos no SUS

Brasil pode enfrentar crise por falta de medicamentos

Em São Paulo, hospitais não conseguem comprar substâncias como dipirona e soro fisiológico; Ministério culpa crise pós-covid-19


Click no título da matéria, para ler na íntegra, direto da fonte.


segunda-feira, 13 de junho de 2022

Paraíba - Agora tem um Grupo de Apoio

 Novidade boa a gente conta logo!


Temos o prazer de anunciar o mais novo Grupo de Apoio Fibro Paraíba - GAFIBROPB administrado pela psicóloga e também paciente com Fibromialgia Gerlandia Arnoud, ligado e apoiado pela ABRAFIBRO.

E já começa com atividade!

Já começa com Grupo para conversas pelo WhatsApp.

Quer saber mais?

Você o encontra no Instagram

@gafibropb (click para ser direcionada a página do grupo no Instagram) (*em breve no Facebook também)

Os Fibromiálgicos Paraibanos tem um lugar para conversar, para levantar boas discussões, lutarem juntos por políticas públicas, entretenimento, educação em dor, comportamento de maneira a resgatar potencialidades.

Bora fazer parte dessa turma?

A Gerlandia e outros pacientes fibromiálgicos da Paraíba como você estão a sua espera.

A ABRAFIBRO aproveita a oportunidade para parabenizar mais esta Paciente Voluntária, que se junta a nós. É de mais pessoas como você que o mundo precisa. Ativas e Empáticas! Colocam a própria dor no bolso e, que resolvem mudar vidas.

Pode parecer pouco para alguns, mas para outros será uma luz no fim do túnel; a oportunidade que precisavam para se sentirem acolhidas e compreendidas. 

Um REcomeço em grupo é muito melhor.

Parabéns por sua ATITUDE Gerlandia!







sexta-feira, 10 de junho de 2022

INFOABRAFIBRO - SEMANA DE 03 a 09.06.22

Está prontinho para sua leitura.

As principais novidades no mundo da fibromialgia.

Para ler a matéria na íntegra, click no título que deseja saber mais.

Pronto! Será direcionado à página que é a fonte do artigo.

Precisamos lembrar que, todo trabalho realizado na ABRAFIBRO é 100% voluntário, entre pacientes e profissionais da saúde e do direito.

Respeite e prestigie este e todo material que é disponibilizado aos nossos leitores.

A ABRAFIBRO acredita que o conhecimento empodera a todos.


NOSSA IDEIA LEGISLATIVA

Precisamos de toda ajuda para coletar apoios...20.000 para que nossa ideia legislativa se torne uma SUGESTÃO LEGISLATIVA, para então ser debatida pelos Senadores.

Como ajudar?

Apoie, Divulgue entre seus contatos, compartilhe em seus grupos de pacientes...não só fibromialgia, mas de qualquer doença reumática.









 Se seu e-mail for cadastrado no site do Senado, faça seu login para votar.

Caso não seja, cadastre. É fácil! Depois, vc poderá poderá dar seu apoio.

É preciso gente! Do contrário não terão como registrar o seu voto.

Compreendem?!

Vamos lá! É simples e necessário!

Acesse: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=162957

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Dança Fibromialgia - Dra Andreia Salvador

Fala-se muito em se amar, se aceitar e estar bem consigo mesma, mas muitas vezes nos vemos fazendo o contrário.

A sua autoestima está relacionada a como você se vê, é a confiança que você tem nas suas habilidades para ser capaz de realizar o que quiser. 

Para se ter alta autoestima é preciso ter amor próprio, assim como para se sentir bem e ser feliz.

Conheça os 5 Sinais da Falta de Amor Próprio que pode refletir nas suas dores físicas ou emocionais.









































































^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Fibromialgia: Dos especialistas para os leigos

Maio foi o Mês da Fibromialgia e, duas instituições - Associação Brasileira dos Fibromiálgicos e a Liga Interdisciplinar para Estudos da Dor de Curitiba - convidaram vários especialistas...

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Teste de sangue inovador detecta fibromialgia




Novas pesquisas encontram uma maneira precisa de diagnosticar a fibromialgia e diferenciá-la de outras condições relacionadas.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Rio Grande do Norte

Política de Proteção e Fomento dos Direitos da Pessoa com Fibromialgia é Sancionada 

Ação da Associação dos Fibromiálgicos do Rio Grande do Norte - AsFibro RN


^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Rio de Janeiro/RJ


    Institui a Carteira de Identificação da Pessoa com Fibromialgia - CIPFIBRO no âmbito do Município do Rio de Janeiro.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°
Rio de Janeiro

Tratamento Fora de Domicílio (TFD) é autorizado aos pacientes portadores de fibromialgia residentes no Estado do Rio de Janeiro, atendidos na rede pública, conveniada ou contratada do Sistema Único de Saúde (SUS)...

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Currais Novos/RN



ACDFCN

O Projeto Dança Fibro é um grupo de atendimento coletivo para mulheres com Fibromialgia, onde realizamos atividades aeróbicas como a Dança, e de relaxamento para essa população! Em parceria com a ACDF: Associação Curraisnovense de Deficientes Físicos, que nos abraçou para receber nosso projeto. Para mais informações, os interessados podem enviar uma mensagem direta aqui no nosso perfil, ou no WhatsApp: 

84 99818-0854. (Lucas) / 84 98834-9940 (ACDF). 

Inscrições com vagas limitadas!

Inicio: 6 de Junho

Horário: 7h30 às 8h30

Local: ACDF, Rua João Lopes Galvão, 30

Bairro: Parque Dourado  

°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^

Carapicuíba/SP

Projeto propõe que pessoas com fibromialgia tenham atendimento prioritário




Tramita na Câmara Municipal de Carapicuíba o Projeto de Lei nº 3.021/2022, que dispõe sobre a prioridade em filas e vagas de estacionamento para pessoas que sofrem de Fibromialgia.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Osasco/SP

Atendimento preferencial a pessoas com fibromialgia é apresentado na Câmara

O vereador Josias da Juco quer pessoas com fibromialgia tenham atendimento preferencial em estabelecimentos públicos e privados de Osasco.

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Santa Maria/RS

Luciana Genro,junto com os movimentos, apresentará PL da Semana de Conscientização da Fibromialgia




"As deputadas estadual Luciana Genro e federal Fernanda Melchionna, encontraram-se no sábado (04/06) com o grupo de mulheres que representam pessoas portadoras de Fibromialgia na cidade de Santa Maria..."

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Três Barras/SC

Lei aprovada em Três Barras beneficia pacientes com Fibromialgia

"Foi aprovado em definitivo um Projeto de Lei que..."

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Patos/PB

Prefeitura de Patos entrega segunda remessa de carteiras de identificação dos autistas e pessoas com Fibromialgia




"A Prefeitura de Patos por meio da Secretaria Municipal de Saúde realizou na manhã desta terça-feira (08)..."

^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°^°

Se houver algum benefício que sua cidade ou Estado proporcione aos pacientes com Fibromialgia, envie informações para nós através do e-mail abrafibro@gmail.com

Teremos o prazer de noticiar.