Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar e interdisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas em diversos aspectos, como:
tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.
Você pode seguir nossos outros canais de notícias.
Escolha:
Aqui, você pode cadastrar seu e-mail, logo abaixo, na coluna à sua direita.
Ou escolher entre:
WhatsApp
Telegram

Notícias sobre Fibromialgia e Saúde.
Não são grupos interativos.

Discutimos ações em parcerias com pacientes e parlamentares, na busca por políticas públicas que dignifiquem e tragam à tona assuntos e benefícios importantes para nossa qualidade de vida.

TRADUTOR

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

Alongamento para Fibromiálgicos

Essencial!
Importante!
Possível de realizar!
Um pouquinho por dia faz toda diferença.
Experimente!


Acesse o primeiro vídeo:

https://youtu.be/_t5CPXXSw7M



Acesse o segundo vídeo:

https://youtu.be/bzt68fH0f3E

Deixe suas impressões, leia os demais comentários... Vão te incentivar também!

A Dra Andreia Salvador é Fisioterapeuta, Educadora Física, PhD em Reumatologia...bailarina também. Ah, e é Profissional Voluntária na Abrafibro.

Bom d+ né?! 😊😉👏🏻👏🏻

Ela conhece muito nosso universo.








Ao Maranhão deixo minha Gratidão!


 Ou veja pelo Youtube https://youtu.be/0JGUH2nsUMw


O que falar?

Senão Gratidão a Deus pelo cumprimento de tantas obrigações!

Sim, com os pacientes, porque esse é nosso objetivo quanto a acolher!

Nas leis, nas políticas, nos abraços, nos amparos... 

Isso é ser uma Associação comprometida com o paciente!

E assim como ABRAFIBRO, o GRUPO DE APOIO FIBROMIALGIA MARANHÃO se destacou com todo apoio necessário ao paciente.

Publicações, buscas a parlamentares, acolhimento, continuidade... constância!

‌Esse é o exemplo a ser seguido por cada Estado, Município e em todo território nacional, na busca de Leis e políticas públicas!

‌Cada um tem sua parcela de contribuição!

‌Nos orgulhamos muito da união e da força inserida voluntariamente na causa:

‌Condições PARA QUALIDADE DE VIDA AOS FIBROMIÁLGICOS!

‌NOSSA GRATIDÃO A TODOS QUE FIZERAM HISTÓRIA NA ABRAFIBRO!


Simone Eli Bombardi

Vice Presidente

ABRAFIBRO - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FIBROMIÁLGICOS


Linda homenagem ao Grupo de Apoio Fibromialgia Maranhão!


O que falar?
Senão Gratidão a Deus pelo cumprimento de tantas obrigações!
Sim, com os pacientes, porque esse é nosso objetivo quanto acolher!
Nas leis, nas políticas, nos abraços, nos amparos.. Isso é ser uma Associação comprometida com o paciente!
E assim como ABRAFIBRO, o GRUPO DE APOIO FIBROMIALGIA MARANHÃO se destacou com todo apoio necessário ao paciente.
Publicações, buscas aos parlamentares, acolhimento, continuidade...constante!
‌Esse é o exemplo a ser seguido por cada Estado, Município e território nacional  em busca de Leis e políticas públicas!
‌Cada um tem sua parcela de contribuição!
‌Nos orgulhamos muito da união e da força inserida voluntariamente em busca da causa:.
‌Condições DE VIDA HUMANA PARA FIBROMIALGIA!
‌NOSSA GRATIDÃO A TODOS QUE FIZERAM HISTÓRIA NA ABRAFIBRO!



Acesse em:
https://youtu.be/0JGUH2nsUMw

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

PL 3525/2019 avançou no Senado. E agora?

 Agora explicando melhor sobre como vai tramitar esse PL 3525/2019.

Lembrando que, esse PL começou em 2013 na Câmara dos Deputados, e foi APROVADO. Porém, está recebendo emendas, modificando o que a Câmara já aprovou.

O que isso significa?

Após aprovação no Senado, volta para a Câmara para nova análise do novo texto.


Pensemos pelo lado positivo! Está caminhando. Mas, há muitos outros que também precisam andar... Precisamos dessas políticas públicas!


Comecem a participar.

Entrem na pág do Senado e da Câmara para opinar sobre os Projetos de Lei para Fibromialgia que estão parados.

Se perceberem que é de interesse da sociedade, ganha mais atenção e agilidade.


#fibromialgia #fibromialgicos #homenscomfibromialgia #dorcronica

Fonte: https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/137310










Para opinar: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=137310

Para acompanhar a tramitação:

https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/137310


terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Plenário votará estratégia de combate a fadiga crônica e fibromialgia


A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou nesta terça-feira (14) o parecer de Sergio Petecão ao PL 3.525/2019, projeto de lei que cria um marco de combate à fadiga crônica e à fibromialgia no Sistema Único de Saúde (SUS). Esse projeto já passou na Câmara dos Deputados e agora segue em regime de urgência para o Plenário do Senado.

Petecão, que também é presidente da CAS, lembrou que a fibromialgia caracteriza-se por dor muscular generalizada, crônica, acompanhada de sono não reparador e cansaço. Ela pode acarretar depressão, ansiedade, alterações na concentração e na memória. E tem maior incidência em mulheres de 30 a 50 anos.

— Apesar de não ter risco de morte, a fibromialgia causa incapacitação e comprometimento na qualidade de vida. A doença evolui cronicamente. O prognóstico funcional é favorável, sobretudo quando os pacientes são tratados por equipe multiprofissional.

O senador lembra que a fibromialgia já possui uma estratégia de combate no âmbito do SUS (a Portaria 1.083, de 2012). Mas afirma que o atual projeto tem alcance mais amplo.

— O projeto está em sintonia com o PCDT [Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas] no que tange a atendimento multidisciplinar em medicina, psicologia e fisioterapia. Mas o PCDT não prevê a orientação nutricional, recurso que beneficia muitos pacientes com fibromialgia. O PCDT também não recomenda tratamento medicamentoso específico para a doença, algo coberto aqui por fármacos analgésicos, anti-inflamatórios e antidepressivos — reforça Petecão.

A senadora Nilda Gondim também defendeu a aprovação do PL 3.525/2019.

— Essa doença eu conheço de perto. Tenho uma parente que sofre dessa doença e sofre muito. E tudo isso que o senhor mostra no seu parecer é exatamente o que os portadores da fibromialgia sentem, e sofrem profundamente. Quanto mais rapidamente ele for aprovado, melhor pra todos os pacientes — declarou Gondim.


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado 

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/12/14/plenario-votara-estrategia-de-combate-a-fadiga-cronica-e-fibromialgia


Clic nos grafados em azul, para ser direcionado a outra página, com mais informações. É um link!

CONFRATERNIZA SAO LUIS!

 É ISSO MESMO, NO MARANHÃO!



👉Vai ser dia 17/12, sexta feira, às 18:00 hs na Praça do Cohajoli, entrada do Vicente Fialho. Sabe onde fica?

Conjunto atrás da Papelaria Bagatela da Cohama!


E quem vai animar esse encontro é: •professor Rodrigo Bezarius instrutor de Zumba;

•Taniana Pitombeira com Dança do Ventre.


E você vai perder essa??? Não né?!


📌Obrigatório uso de máscara, álcool em gel e distanciamento, além da camiseta do grupo ou camiseta vermelha.

E nesta ocasião vamos aproveitar e fazer aquela despedida da administradora do Grupo de Poio Fibromialgia Maranhão, Simone Eli Bombardi.

Marque na agenda!


Distribuição de brindes!


@rodrigo_bezarius

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

ABRAFIBRO fará um recesso!

 

Anote em sua agenda!

Salve esta publicação!


A partir da próxima semana, faremos um pequeno recesso.


Recarregar as energias, curtir a família, ver e rever pessoas e lugares, rir, conversar, encontrar ou reencontrar sentidos, viajar na mente, ler um bom livro, ver um filme, estar de mãos dadas com o Amor, a Harmonia e com a Paz!


Sairemos dia 20.12 e, nos veremos ainda mais fortes, a partir do dia 04 de janeiro de 2022.


Aproveite para relaxar e fazer aquilo que te dá prazer...

Não esqueça de seus exercícios, de tudo que de bom aprendeu em 2021.


E aquilo que foi triste... Parta para novas jornadas. Seja o que for, com certeza te fez mais experiente. Você venceu e vive para contar.


Temos certeza que aprendemos muito. E estamos dispostos a compartilhar tudo. Mas, estamos ainda mais dispostos a aprender mais.


Sabemos que a jornada é longa. Já se foram 14 anos de muitas lutas. E há muito para ser feito. Com você ajudando, faremos muito mais.


Bom, desde já deixamos nosso 𝑩𝒐𝒂𝒔 𝑭𝒆𝒔𝒕𝒂𝒔!💫

e 𝔻𝕚𝕒 𝟘𝟜 𝕕𝕖 𝕛𝕒𝕟𝕖𝕚𝕣𝕠 𝕖𝕤𝕥𝕒𝕣𝕖𝕞𝕠𝕤 𝕕𝕖 𝕧𝕠𝕝𝕥𝕒!


𝑺𝒆 𝒄𝒖𝒊𝒅𝒆𝒎!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

E a memória? Fibrofog o que há de novo?

*Material da Sociedade Brasileira de Reumatologia - SBR, publicado em sua conta no Instagram:

https://www.instagram.com/p/CXUb5HWJror/?utm_medium=copy_link


"Confira o material preparado pela Comissão de Dor, Fibromialgia e outras síndromes de partes moles da Sociedade Brasileira de Reumatologia."

∆>∆>∆>∆••••••••


🧐 Como a gente diz:

Paciente informado é melhor tratado!

Todos merecemos!👁️👁️







REIVINDICAÇÕES AO PREFEITO DE IJUÍ - RS


Na tarde desta quinta-feira (09/12) o Vereador Beto Noronha juntamente com pacientes estiveram em reunião com o Prefeito de Ijuí e com o Secretário Municipal de governo. Entregaram  o ABAIXO ASSINADO e apresentaram as reivindicações de POLÍTICAS PÚBLICAS para as pessoas portadoras de FIBROMIALGIA.

✔️ O prefeito assumiu o compromisso de encaminhar os pedidos ao Secretário Municipal de Saúde para viabilizar a implementação.

Você possui ou conhece alguém que possui FIBROMIALGIA ? Entre em contato com o vereador para lutarmos por POLÍTICAS PÚBLICAS para melhor QUALIDADE DE VIDA dessa população que tanto sofre!

SAÚDE PÚBLICA: FIBROMIALGIA EM IJUÍ - RS


No último sábado, 04/12, na Câmara de Vereadores de Ijuí, aconteceu um encontro de pessoas portadoras de FIBROMIALGIA, com a participação do Vereador Beto Noronha, para tratar sobre a URGÊNCIA do município implementar Políticas Públicas para melhorar o atendimento e a prestação de serviços  as pessoas, a grande maioria são MULHERES, que sofrem cotidianamente com a Fibriomalgia.

No encontro também foi analisada a necessidade do grupo estar organizado, sendo definida a criação da ASSOCIAÇÃO DE PESSOAS PORTADORAS DE FIBROMIALGIA, para representar e apresentar as reivindicações ao poder público.

Na  quinta-feira, 09/12, as 14 horas, será realizada uma reunião com o Prefeito, para relatar as dificuldades e as necessidades das pessoas com Fibromialgia e a entrega do ABAIXO-ASSINADO constando as reivindicações.

Na ocasião foi eleita uma coordenação provisória, composta por alguns integrantes:

 FABIANE DOS ANJOS PRATES
SILVANA SOARES PEREIRA BETSCH   
CLAIR TEREZINHA TRAUTMANN PASSETO
MARIZA DOS SANTOS AGERTT 
EDI ELIZABETE  IANKE
ELAINE PANKE OLEINICZAK

Se você tem FIBROMIALGIA ou conhece alguém, entre em contato com o mandato do Vereador Beto Noronha.
São movimentos assim que a Abrafibro admira, pois a união de todos faz com que pacientes conquistem os seus direitos!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

A ciência diz que Fibromialgia é uma Dor Crônica: e daí?

 E bom ler e divulgar!



E ainda tem também material para Profissionais da Saúde!

Bora ler! 

🖐️Paciente informado é melhor tratado!🖐️


Acesse o link para ler o artigo na íntegra:

https://www.dorcronica.blog.br/a-ciencia-diz-que-a-fibromialgia-e-uma-dor-cronica-e-dai

Terapia Comunitária em Itajaí/SC

CEPICS promove grupo de Terapia Comunitária para portadores de fibromialgia

DATA DE INCLUSÃO: 06/12/2021 17:23

Usuários interessados podem cadastrar seus nomes na fila de agendamento

O Centro de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde de Itajaí (CEPICS) criou, neste ano, um grupo de Terapia Comunitária Integrativa (TCI) direcionado a portadores de fibromialgia. A iniciativa surgiu em função da alta demanda por terapias alternativas específicas para este público. Na última quinta-feira (02), foram finalizados os encontros das três turmas da unidade.

Os grupos de terapia, coordenados pelo fisioterapeuta Diego Pauli Correa, tiveram duração média de três meses com encontros semanais ao longo deste ano. Além das atividades de terapia comunitária integrativa, a iniciativa conta com o suporte de outros profissionais com o objetivo de oportunizar conhecimento e práticas aos participantes.

Durante a atividade, os portadores da doença também são direcionados aos demais tratamentos oferecidos no CEPICS, como homeopatia, acupuntura, ventosaterapia, reflexologia podal, auriculoterapia, entre outros. Os participantes relatam redução de dores e melhora do quadro emocional após encerramento do ciclo de atendimentos.

Os interessados em participar dos grupos de TCI podem cadastrar seus nomes na fila de espera. Para se inscrever, as pessoas podem ligar diretamente ao CEPICS pelo telefone (47) 3246-0025 e colocar o nome na fila de interesse por um dos grupos. Também é possível ir até a unidade, que fica na rua Rubens de Almeida, s/n°, bairro Centro, nos fundos da Igreja Matriz.


Fonte: https://itajai.sc.gov.br/noticia/27816/cepics-promove-grupo-de-terapia-comunitaria-para-portadores-de-fibromialgia#.YbH4jlNv9Pw


Você pode contar em Itajaí com nossa representante: 

ABRAÇAFIBRO

Instagram: https://instagram.com/lela.pacheco.9?utm_medium=copy_link


Carteirinhas em São Luís/MA

 Prefeito Eduardo Braide entrega carteiras de identificação a pessoas com fibromialgia

03.12.21


O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, realizou, nesta sexta-feira (3), a entrega simbólica dos primeiros cartões de identificação para pessoas com fibromialgia. O documento, idealizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), vai garantir assistência aos fibromiálgicos com base na Lei Municipal nº 6.605/19, instituindo filas e estacionamentos preferenciais a quem convive com a síndrome, que tem como principal sintoma dor constante por todo o corpo. A estimativa é de que 300 pacientes sejam atendidos pela Coordenação de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência nesta primeira etapa de emissão das carteiras.

“O Brasil tem muitas leis e essas leis precisam ser cumpridas. Nós estamos tirando do papel uma lei que já existia e dando direito a quem convive com as dores causadas pela fibromialgia. Com a carteira de identificação, os fibromiálgicos vão ter mais respeito e dignidade, vão poder esperar menos tempo na fila do banco, bem como ter direito às vagas especiais de estacionamento. Muitas pessoas com a síndrome têm sintomas incapacitantes, e é em respeito a essas dores invisíveis, mas não imaginárias, que estamos entregando esses cartões hoje”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

A lei que respalda a criação da carteira de identificação dos fibromiálgicos foi concebida em 2019, pelo então vereador Ricardo Diniz – atual secretário municipal de Desporto e Lazer –, e tem contribuição da Associação Brasileira de Fibromiálgicos (ABRAFIBRO), representada durante a entrega dos primeiros cartões pela vice-presidente da entidade, Simone Eli Bombard, que agradeceu ao Município pela execução da lei e destacou a importância da ferramenta entregue para o reconhecimento público das necessidades físicas de quem convive com a síndrome.

Com a lei, empresas públicas e privadas são obrigadas a oferecer atendimento preferencial às pessoas que convivem com fibromialgia, assim como as agências bancárias e empresas que recebem pagamentos de contas devem incluir este público nas filas prioritárias já existentes. A lei prevê, ainda, permissão ao acesso às vagas de estacionamento destinadas às pessoas com deficiência, desde que o cartão de identificação seja apresentado.


“A gente agradece muito ao prefeito, que está envolvido na causa, que está preocupado com a pessoa com fibromialgia, porque, afinal de contas, existem muitas pessoas acometidas precisando deste tipo tratamento. São raríssimas as cidades pelo país com políticas como essa que está sendo lançada hoje pela Prefeitura de São Luís, que sai na frente de muitas capitais, até do próprio Governo Federal”, destacou a vice-presidente da ABRAFIBRO.


Emissão da carteira

Poderão emitir os cartões de identificação, junto à Semus, localizada à Rua Deputado Raimundo Vieira da Silva, N° 2000, (atrás do Parque do Bom Menino), no Centro, mediante a apresentação do cartão do SUS, comprovante de residência, RG e foto 3×4, todos aqueles tenham laudo médico (expedido por fisiatra, médico da dor, psiquiatra ou reumatologista) atestando o diagnóstico de fibromialgia.

“Mais que uma carteira de identificação, esse documento que está sendo ofertado pela Prefeitura de São Luís vai garantir mais dignidade a todos que convivem com a fibromialgia. A gestão do prefeito Eduardo Braide seguirá firme com seu objetivo de cuidar das pessoas, promovendo uma cidade mais inclusiva e humana”, garantiu o secretário de saúde de São Luís, Joel Nunes.

Também estiveram presentes durante a entrega simbólica das primeiras carteiras de identificação da pessoa com fibromialgia, os secretários de Desporto e Lazer, Ricardo Diniz; da Pessoa com Deficiência, Carlivan Braga; de Comunicação, Igor Almeida; e o adjunto de Governo, Emílio Murad.


Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença crônica que tem como principal sintoma dor constante por todo o corpo. Ainda não tem causa conhecida e atinge, principalmente, mulheres entre 30 a 55 anos. Mas homens, pessoas idosas, crianças e adolescentes também podem ter a doença. Ao todo, 3% dos brasileiros sofrem com o problema.

Estudos mostram que o cérebro de quem tem fibromialgia interpreta os estímulos de forma mais intensa, o que aumenta a sensação de dor. Mas a condição também pode causar:

– Fadiga;

– Sono não reparador;

– Alterações na memória e na concentração;

– Depressão;

– Ansiedade;

– Formigamentos;

– Dores de cabeça;

– Tontura;

– Alterações intestinais.





Fonte: https://defesa.com.br/prefeito-eduardo-braide-entrega-carteiras-de-identificacao-a-pessoas-com-fibromialgia/

DIA DE ALUSÃO A DEFICIÊNCIA DO ESTADO DO MARANHÃO E A ABRAFIBRO ESTAVA JUNTO!

O evento realizado pelo Estado do Maranhão aconteceu na Refesa, no último dia 03 de dezembro envolvendo diversas deficiências e como não podia deixar de ser, a Fibromialgia também esteve presente através do Grupo de Apoio Fibromialgia Maranhão!

Como todos já sabem, a fibromialgia, atravéz da Lei do "PODER EXECUTIVO
LEI Nº 11.569, DE 19 DE OUTUBRO DE 2021.
Institui o Estatuto da Inclusão Social e Econômica das Pessoas com Deficiência do Estado do Maranhão e dá outras providências.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO,
Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembleia Legislativa do Estado decretou e eu sanciono a seguinte Lei:
TÍTULO I
DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
CAPÍTULO I
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 1º Esta Lei institui o Estatuto da Inclusão Social e Econômica das Pessoas com Deficiência no Estado do Maranhão e dá
outras providências.
§ 1º Este Estatuto é destinado a estabelecer as diretrizes e
normas gerais, bem como os critérios básicos para assegurar a proteção e promover a inclusão social das pessoas com deficiência, garantindo-lhes o exercício pleno e em condições de igualdade de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais.
§ 2º Aplica-se, no que couber, de forma subsidiária, atos normativos, decretos e a legislação vigente que venha a complementar a efetividade do presente Estatuto.
§ 3º Este Estatuto tem por objetivo também fazer o Estado do Maranhão recepcionar em seu aparato legislativo a soma do mais
moderno conjunto normativo de direito internacional e nacional de
forma a dar estrutura normativa estadual apta a suportar a edição de políticas públicas, programas, ações além de parcerias público-privadas voltadas à temática da maior e mais efetiva inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho estadual.
§ 4º As normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais deste Estatuto tem aplicação imediata, de modo que se buscará, na sua aplicação, a máxima eficácia dos direitos e garantias nele estabelecidos.
Art. 2º É dever dos órgãos e entidades do Poder Público
do Estado do Maranhão, da sociedade, da comunidade e da família assegurar, com absoluta prioridade, às pessoas com deficiência, o pleno exercício dos direitos referentes à vida, à saúde, à sexualidade, à paternidade e à maternidade, à alimentação, à habitação, à educação, à profissionalização, ao trabalho, à habilitação e à reabilitação, à
previdência social, à assistência social, transporte, cultura, desporto,
turismo, lazer, informação e comunicação, acessibilidade, avanços científicos e tecnológicos, dignidade, respeito, liberdade e convivência familiar e comunitária, dentre outros decorrentes da Constituição da República Federativa do Brasil, da Constituição do Estado do Maranhão e demais leis esparsas, que propiciem o seu bem-estar pessoal, social e econômico.
Art. 3º Para os fins desta Lei, considera-se pessoa com deficiência aquela que se enquadra no conceito contido na Convenção
Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência da Organização das Nações Unidas - ONU, disposto no art. 2º da Lei nº 13.146/2015, além
do disposto no art. 4º do Decreto Federal nº 3.298/99, com as modificações introduzidas pelo art. 5º, parágrafo 1º, Inciso I, alíneas “a” a
“e”, do Decreto Federal nº 5.296/2004..."

Nossos agradecimentos a Secretária Adjunta da Deficiência SEDIHPOP,  Sra. Beatriz de Carvalho Silva, que junto ao Estado fazem o reconhecimento pioneiro.
Vários pacientes estiveram presentes na solenidade. Nossos agradecimentos!


quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Entrega simbólica da carteira de Identificação dos Fibromiálgicos de São Luís/MA

Entrega simbólica da carteira de Identificação dos Fibromiálgicos de São Luís/MA

A solenidade aconteceu no último dia 03, e estiveram presentes o Exmo Sr. Prefeito Eduardo Braide, o Secretário de Saúde Sr Dr. Joel Nunes e a assessoria do Núcleo de Deficiência na figura do  Sr. Secretário de Deficiência - SEMEPED  Sr. Carlivan Braga. Além do Secretário de Esportes e Lazer Sr. Ricardo Diniz, autor do PL 137/2019 quando ainda era Vereador, sancionado na Lei n° 6.605/19.
‌Dentre os participantes, diversos pacientes e voluntários, como também a vice presidente da ABRAFIBRO Sra. Simone Eli Bombardi que, na ocasião solicitou ao Exmo. Prefeito a criação do Centro de Reabilitação e, também de um Decreto de Lei que reduza a carga horária dos funcionários municipais, que comprovem estar em tratamento da Fibromialgia, e assim conquistarem mais qualidade de vida, menos abstenção ao trabalho e adesão ao tratamento.
‌As carteiras para os Fibromiálgicos já podem ser emitidas pelo SEMUS. Os pacientes devem se dirigir ao setor de protocolo na Secretaria, que fica localizada atrás do Parque Bom Menino levando os seguintes documentos:
‌•laudo médico de instituição pública ou privada, das especialidades: médico da dor, reumatologista, fisiatra, psiquiatra ou ortopedista;
‌•foto 3x4;
‌•comprovante de residência no município de São Luís;
‌•cartao do SUS;
‌• RG

Nós da ABRAFIBRO agradecemos todo empenho da Prefeitura de São Luís e ao Secretário Municipal da Saúde que, estão trabalhando em todas instâncias para assistir os munícipes que sofrem com esta síndrome.
Nossa eterna Gratidão pelo exemplo a ser seguido na Federação.


quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

NO ESTADO DO PARANÁ

 

Créditos: Sessão Plenária 22.11.21 - Dálie Felberg - ALERP

Assembleia Legislativa do Paraná

22.11.21 


Entre as várias pautas... "matéria que garante atendimento prioritário às pessoas acometidas por fibromialgia. O Projeto de Lei 267/2019, dos deputados Anibelli Neto, Michele Caputo e Boca Aberta Jr, altera a Lei Estadual nº 14.165/2003, que trata da preferência no atendimento de pessoas com deficiência em todo o Estado. Com a mudança, os portadores da fibromialgia, bem como as pessoas com deficiência, terão preferência no atendimento em órgãos públicos e estabelecimentos comerciais em geral."... 


Fonte: http://www.assembleia.pr.leg.br/comunicacao/noticias/assembleia-aprova-projeto-que-permite-parcelamento-de-imposto-sobre-medicamentos 


Ainda serão necessárias mais duas discussões em plenário.

Você que é paranaense, envie sua mensagem para fortalecer à luta, pela APROVAÇÃO destes Projetos. Trará um grande benefício a todos os pacientes.

Escreva para seu Deputado: http://www.assembleia.pr.leg.br/deputados/conheca 


Com ações positivas e participação ativa a vitória chegará! 


Agradecemos nossa amiga Marinice Machado Fonseca por nos trazer a boa nova.


REGULAMENTAÇÃO DA LEI N° 6.605/19 DE SÃO LUIS - MA



A reunião na tarde desta quarta, 01 de dezembro. 
Com a Sra. Mariana Ayres Diniz Brandão -
Coordenadora de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência da SEMUS,  alinhamos e definimos tópicos para os pacientes da capital, São Luís/MA.
Entre os pontos discutidos, conforme solicitado pelo Tribunal de Justiça:
° Inclusão dos pacientes fibromiálgicos no "Projeto Mexa-se", realizado no Parque Bom Menino com diversos tratamentos, PIC's, zumba e reabilitação, entre outros;
° Aquisição/Contratação e Ampliação da CASA DA DOR, atualmente localizada em frente ao Hospital Universitário Dutra.
° Qualificação  e Conscientização dos Profissionais da Saúde, incluindo os médicos.
A Vice Presidente da ABRAFIBRO  agradece o empenho e o comprometimento de todos os envolvidos, para melhoria dos atendimentos propondo melhor qualidade de vida dos pacientes. Só na capital São Luís/MA, o número e muito expressivo de pessoas acometidas por esta Síndrome.

Sobre a carteira de identificação, acompanhe nossas próximas postagens.

#ABRAFIBRO #FIBROMIALGIA #FIBROMYALGIA #REGULAMENTACAO DE LEI #homens com fibromialgia #Sao Luis