Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar e interdisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas em diversos aspectos, como:
tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.
Você pode seguir nossos outros canais de notícias.
Escolha:
Aqui, você pode cadastrar seu e-mail, logo abaixo, na coluna à sua direita.
Ou escolher entre:
WhatsApp
Telegram

Notícias sobre Fibromialgia e Saúde.
Não são grupos interativos.

Discutimos ações em parcerias com pacientes e parlamentares, na busca por políticas públicas que dignifiquem e tragam à tona assuntos e benefícios importantes para nossa qualidade de vida.

TRADUTOR

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Em 2022 o CID - M79.7 - FIBROMIALGIA - VAI MUDAR

Está previsto que entre em vigor o novo CID versão 11, a partir 1º de janeiro de 2022. 

Teremos muitas mudanças nos códigos, inclusões de novas doenças, e divisões. 

Chamamos a atenção para o novo CID da Fibromialgia. 

• Atual -> CID 10 M79.9
• A partir de 1º de janeiro/2022 - passará a ser CID 11 MG30.01
Segundo:
 
MG30.01 Dor crônica generalizada 


Descrição 

A dor crônica generalizada é uma dor difusa em pelo menos 4 das 5 regiões do corpo e está associada a sofrimento emocional significativo (ansiedade, raiva/frustração ou humor deprimido) ou deficiência funcional (interferência nas atividades da vida diária e participação reduzida em papéis sociais). Dor Crônica Generalizada é multifatorial: fatores biológicos, psicológicos e sociais contribuem para a síndrome da dor. O diagnóstico é apropriado quando a dor não é diretamente atribuível a um processo nociceptivo nessas regiões e há características consistentes com dor nociplástica  e contribuintes psicológicos e sociais identificados. 

Inclusões
• Síndrome de fibromialgia 

Chamamos atenção para que todos os documentos que constem o CID da Fibromialgia, a partir de 2022, estejam com o CID correto. Isso evitará transtornos. 

Guarde esta informação, divulgue-a a outros interessados. 


10 comentários:

  1. Vai ser muito bom ó portador de fibromialgia ter no seu documento ó Cid dá patologia

    ResponderExcluir
  2. Meu RG tem o CID M79.7, e sinceramente de acordo com esta nova descrição, achei muito vago e pouco útil na luta em busca de reconhecimento como fibromialgico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei. Nenhuma evolução. Reduzir a Fibromialgia a dor crônica generalizada quando a Dor crônica é apenas um dos sintomas.

      Excluir
  3. Fui diagnosticada com Fibromialgia, Artrite Reumatoide,Sindrome Sjogren e sou Servidora Publica como Servente Geral e estou afastada desde agosto/2021 e nao consigo sentir melhoras mesmo tomando fortes medicamentos.
    Quais direitos tenho?

    ResponderExcluir
  4. Sinto muitas dores em todo os dias do ano no o corpo todo, mudanças de humores, alguns dias as dores sào tão fortes q fico sem andar por alguns dias, fico inrritada, cin ansiedade constante, quando passo por algum constragimento eu entro em crise psiquiátricas ja fui internada em hospitais psiquiátricos por algumas vezes.

    ResponderExcluir
  5. Se for benforia pra nos ta ótimo

    ResponderExcluir
  6. Oi também sou portadora da sedrome da fibromialgia, e orrivel senti dor 24 horas,, pressisamos ser reconhecida com mais carinho viu,,,

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, fui diagnosticada com fibromialgia em 18/01/22 . No meu laudo está o Cid novo MG30.01

    Quando fui tirar minha carteirinha disseram que i Cid tá errado

    O Cid Mudou mesmo ou não? Estou enfrentando esse transtorno que não aceitam o meu laudo, por causa do cod

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. INÍCIO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PESSOAS COM FIBROMIALGIA TERÃO ATENDIMENTO PREFERENCIAL EM PORTO ALEGRE
      SAÚDE
      Pessoas com fibromialgia terão atendimento preferencial em Porto Alegre
      11/01/2022 15:34
      Cristine Rochol/PMPA
      SMS
      Cartão será confeccionado de segunda a sexta-feira
      A partir desta terça-feira, 11, em atendimento à Lei Municipal 12.711, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) passa a fornecer cartão de prioridade a portadores de fibromialgia - doença crônica que desencadeia dor generalizada no corpo. A confecção do documento poderá ser realizada de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em quatro coordenadorias de saúde (confira os endereços abaixo).

      Segundo o secretário de Saúde da Capital, Mauro Sparta, o documento irá garantir prioridade no atendimento em empresas públicas e concessionárias, sendo um benefício importante para que o portador da doença receba todos os cuidados necessários. “Temos a responsabilidade de fortalecer as políticas públicas para atendimento das pessoas que convivem com essa enfermidade”, destaca.

      O documento será disponibilizado mediante atestado médico constando CID 11 MG30.01 e Documento de Identidade. Caso o usuário não tenha o atestado para comprovação, será necessário agendar consulta médica em uma unidade de saúde. Para ser validada, a carteira deve ser carimbada e assinada pela coordenação do serviço no verso.

      Sobre a doença - A fibromialgia é uma patologia caracterizada por dor crônica de localização pouco definida com resposta parcial a analgesia com importante comprometimento físico e emocional. É mais comum entre as mulheres de 30 a 50 anos. Pode estar associada a sintomas depressivos, fadiga e alteração do sono.

      Locais de confecção do cartão de prioridade de fibromiálgicos:

      Coordenadoria de Saúde Leste – avenida Bento Gonçalves, 3722 - Partenon. Telefone: 3289-5529 ou 3289-5521.

      Coordenadoria de Saúde Oeste – rua Moab Caldas, 400, 4º andar - Santa Tereza. Telefone: 3289-2971 ou 3289-2905.

      Coordenadoria de Saúde Norte – rua Três de Abril, nº 90 - Passo d'Areia. Telefone: 3289-5697 ou 3289-5693.

      Coordenadoria de Saúde Sul – rua Pitta Pinheiro Filho,176 - Camaquã ou avenida João Antônio da Silveira, 3330 (acesso 2 Hospital da Restinga) – Restinga. Telefone: 3249-8112 ou 3289-2342.

      Atendimento de segunda a sexta-feira, 8h às 17h.


      Cláudia Fleury
      Lissandra Mendonça

      Excluir
  8. Há notícias sobre previsão para a Fibromialgia ser incluída como doença grave incapacitante/PCD? Parece que o assunto não está muito aquecido no Congresso.

    ResponderExcluir

O que achou da matéria? Ajudou-lhe de alguma forma? Deixe sua opinião e seu comentário: Agradecemos!