Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas com diversos aspectos, como: tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.

Quer saber o que é FIBROMIALIGIA? na coluna ao lado esquerdo das postagem clique no link "Mas o que é fibromialgia"


TRADUTOR

Mostrando postagens com marcador Covid-19 e Isolamento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Covid-19 e Isolamento. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Semana de Telemedicina: como orientar um paciente adequadamente em uma teleconsulta?



médica usando telemedicina para orientar os pacientes

Desde o momento em que se entendeu a importância do isolamento social para o controle da pandemia por Covid-19, o acesso dos pacientes a serviços de saúde diminuiu consideravelmente. A fim de evitar o contágio, muitas pessoas deixaram de ir a consultas marcadas para o controle de suas doenças e serviços médicos cancelaram ou suspenderam atendimentos.
Estratégias de atendimento à distância começaram a ser implantadas e regulamentadas para garantir o cuidado dos pacientes, sem expô-los a riscos de se infectar pelo novo coronavírus. Nesse sentido, a telemedicina tornou-se um novo recurso e um valioso instrumento para aproximar médicos e pacientes. No entanto, diferente do que estamos acostumados, essa aproximação não é física e, por isso, é importante que o médico esteja atento para incluir em sua conduta as orientações adequadas para atendimentos desse tipo.

Orientações ao paciente em telemedicina

  1. Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que falhas técnicas e de conexão podem ocorrer.
Ainda mais do que em uma consulta presencial, o médico deve se assegurar que o paciente está ouvindo e entendendo as orientações passadas.
  1. Algumas técnicas de comunicação são muito importantes para garantir esse entendimento.
Ao final da consulta, é essencial sumarizar os pontos-chave da conduta, um a um, da maneira mais clara possível. Ao revisar os principais tópicos, garantimos que nenhuma informação possa ter se perdido por algum problema técnico.
Exemplo: “Dona Maria, então na consulta de hoje conversamos: sobre a importância de reduzir o sal na comida; sobre aumentar o remédio da pressão para duas vezes ao dia; e sobre utilizar o buscopan em caso de cólicas menstruais. Ficou alguma dúvida?”.
Perguntar se restaram dúvidas, ou se o paciente ainda precisa de algum esclarecimento ao final da consulta, aliás, também é vital para garantir um bom teleatendimento.

  1. Discutir e combinar o seguimento apropriado também é um ponto que necessita de especial atenção em casos de teleconsultas.
O atendimento por vídeo pode muitas vezes ser mais confortável para o médico e para o paciente, mas nem sempre será o mais adequado. Para essa definição, o primeiro passo é perguntar ao paciente, no final da consulta, se ele se sentiu confortável com a realização da teleconsulta e se sentiria bem de realizá-la novamente. Em caso positivo, esse tipo de atendimento se torna uma opção de seguimento, desde que compatível com o quadro clínico do paciente.
Nesse sentido, o médico deve saber diferenciar, ainda durante o atendimento, qual é a melhor estratégia de seguimento para o paciente, de acordo com suas condições clínicas. É possível, por exemplo, que se indique uma internação hospitalar após uma teleconsulta. Ou que se prefira que o próximo encontro seja presencial. O critério para essa definição deve ser clínico e individualizado.
  1. Além da escolha do tipo da próxima consulta (presencial ou à distância), é importante também que o médico saiba orientar quais tipos de atendimento procurar em casos de descompensação do quadro do paciente, bem como descrever os possíveis sinais e sintomas dessas descompensações.
O médico deve orientar os sinais de alarme para cada doença mais prevalente ou provável para o paciente, com as respectivas orientações de qual serviço procurar (telemedicina, ambulatório, emergência).
Um paciente com diabetes, por exemplo, deve ser orientado a procurar uma emergência em caso de problemas na visão; o ambulatório para casos de feridas nos pés; e uma teleconsulta em caso de dúvidas em relação às suas medicações.
Os sinais de gravidade para as doenças do paciente devem ser cuidadosamente explicadas, bem como efeitos colaterais graves de medicamentos, de modo em que o paciente não perca tempo buscando uma teleconsulta em vez de ir até uma emergência.
  1. Por fim, levando-se em conta o cenário de pandemia, com necessidade de manutenção do maior distanciamento social possível, é essencial que o médico saiba realizar as adequadas orientações a respeito do autocuidado do paciente, bem como as relacionadas à adoção de um estilo de vida saudável.
As orientações dessas medidas preventivas diminuem a chance de adoecimento e de idas à unidades de saúde. As orientações pertinentes para o monitoramento de doenças crônicas (como o controle da pressão arterial em casa, com aparelho próprio), a correta forma de utilização dos medicamentos e os resultados esperados para cada tratamento, bem como o estímulo à prática regular de atividade física, a alimentação balanceada, as práticas de lazer e relaxamento ocupam, hoje mais ainda, um espaço essencial para que os pacientes levem saúde para casa. Seja presencial ou em vídeo.

Baixe e compartilhe as orientações principais com seus pacientes!

Para ajudar o médico, seja em uma teleconsulta ou em um atendimento presencial, montamos uma seção de Orientações ao Paciente aqui no Portal PEBMED!
Você pode acessá-la aqui, com um cadastro gratuito (pode usar a sua conta do Whitebook também, se você já tiver), buscar pela orientação desejada, fazer o download e enviar para o seu paciente. Não deixe de conferir!

Autor:
Referências bibliográficas:
  • PYGALL, S-A. Triagem e consulta ao telefone: estamos realmente ouvindo? Porto Alegre: Artmed, 2018.
  • GREENHALGH, T.; MORRISON, C.; HUAT, G. K. C. Trad. por Donavan de Souza Lúcio e Silva Costa. Consultas por vídeo: um guia prático. University of Oxford, 2020.
  • SCHMITZ, C. A. A. et al.. Teleconsulta: nova fronteira da interação entre médicos e
    pacientes. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Rio de Janeiro, v. 12,
    n. 39, p. 1-7, jan./dez. 2017.
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Guia metodológico para programas e serviços em telessaúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2019.
 Texto original
https://pebmed.com.br/semana-de-telemedicina-como-orientar-um-paciente-adequadamente-em-uma-teleconsulta/ 

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Cuidados com a higiene de seus alimentos



Alguns cuidados com a higiene dos alimentos são primordiais para evitar contaminação de vírus e bactérias. Em tempos de Covid-19, os cuidados precisam ser redobrados. Além da limpeza nos alimentos, é importante também lavar as mãos com água e sabão antes do preparo e consumo das refeições. Aproveitamos a oportunidade para reforçar: use máscara de proteção (ao sair em público), lave as mãos e antebraço, além do uso de álcool em gel. Cuide da sua saúde. Proteja-se!
.
#alimentacaosaudavel #doencasreumaticas #reumatologia #lupus #gota #fibromialgia #dores #dorescronicas #vivamelhor #vida #boasaude #equilibrio #esclerodermia #reumatologistas #reumatomg #mg
#fibromialgia #dorcronica

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Ministério da Saúde adere e reforça a iniciativa organizada pela sociedade, chamada “Máscara para Todos” (#Masks4All) e reforça o lema “Eu protejo você e você me protege”

 

 Ministério da SaúdeSecretaria de Atenção Primária à Saúde

Departamento de Saúde da Família

Coordenação-Geral de Garantia dos Atributos da Atenção Primária


NOTA INFORMATIVA Nº 3/2020-CGGAP/DESF/SAPS/MSA 


Lei nº 13.969, de 06 de fevereiro de 2020 e a Portaria nº 327, de 24 de março de 2020, que estabelecem medidas de prevenção, cautela e redução de riscos de transmissão para o enfrentamento da COVID-19, fixam a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O Ministério da Saúde tem realizado ações para adquirir esses produtos de diversos fornecedores, tanto nacionais quanto internacionais, bem como ações no sentido de descentralizar os recursos para apoiar os estados, municípios e Distrito Federal na compra desses EPIs conforme suas necessidades. Contudo, diante do cenário da pandemia pelo COVID-19, há escassez de EPIs em diversos países, em especial das máscaras cirúrgicas e N95/PFF2, para o uso de profissionais nos serviços de saúde (Resolução de Diretoria Colegiada - RDC nº 356, de 23 de março de 2020). 
A partir desse cenário, o Ministério da Saúde recomenda que máscaras cirúrgicas e N95/PFF2 sejam priorizadas para os profissionais, considerando que os serviços de saúde são os locais com maior potencial de concentração de vírus, ao mesmo tempo em que a manutenção de suas atividades precisar ser garantida, mediante ações que visem a proteção de profissionais e pacientes. 
Pesquisas têm apontado que a utilização de máscaras caseiras impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca do usuário no ambiente, garantindo uma barreira física que vem auxiliando na mudança de comportamento da população e diminuição de casos. 
Nesse sentido, sugere-se que a população possa produzir as suas próprias máscaras caseiras, utilizando tecidos que podem assegurar uma boa efetividade se forem bem desenhadas e higienizadas corretamente. 

Os tecidos recomendados para utilização como máscara são, em ordem decrescente de capacidade de filtragem de partículas virais:

a) - Tecido de saco de aspirador
b) - Cotton (composto de poliéster 55% e algodão 45%)
c) - Tecido de algodão (como camisetas 100% algodão)
d) - Fronhas de tecido antimicrobiano

O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que esteja bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. 
Dado que, quanto maior a aglomeração de pessoas, maior a probabilidade de circulação do vírus, o uso das máscaras caseiras faz especial sentido quando houver necessidade de deslocamento ou permanência para um espaço onde há maior circulação de pessoas.
Pessoas com quadro de síndrome gripal que estiver em isolamento domiciliar, deve continuar usando preferencialmente máscara cirúrgica. O mesmo vale para o cuidador mais próximo dessa pessoa, quando estiver no mesmo ambiente da casa.

Como fazer uma máscara caseira:

Existem diferentes formas para confeccionar as máscaras caseiras, podendo utilizar materiais encontrados no dia-a-dia, como camisetas ou outras roupas em bom estado de conservação, até tecidos específicos confeccionadas com máquinas de costuras e elásticos.
Algumas orientações de como confeccionar as máscaras caseiras estão sendo compartilhadas em diversos canais de comunicação, como cortar camisetas deixando em camada dupla e formas que possibilitem a fixação ao rosto, ou recortes de tecidos com metragem de 21 e 34 cm e com utilização de elásticos.

Modelo 1, usando uma camiseta:

e) Corte a camiseta e espessura dupla usando como base as marcações indicadas na figura;
f) Faça um ponto de segurança na parte inferior (para segurar ambas as toalha);
g) Insira um papel entre as camadas;
h) Amarre a alça superior ao redor do pescoço, passando por cima das orelhas;
i) Amarre a alça inferior na direção do topo da cabeça;

Modelo 2, usando costura e elástico:

j) Separe o tecido que tenha disponível (tecido de algodão, tricoline, cotton, TNT, outros têxteis).
k) Faça um molde em papel de forma no qual o tamanho da máscara permita cobrir a boca e nariz, 21 cm altura e 34 cm largura
l) Faça a máscara usando duplo tecido.
m) Prenda e costure na extremidade da máscara um elástico, ou amarras.

As medidas de utilização e higienização das máscaras caseiras fazem a diferença para a eficiência da iniciativa. Desta forma, os seguintes cuidados devem ser utilizados:

n) O uso da máscara caseira é individual, não devendo ser compartilhada entre familiares, amigos e outros. 
o) Coloque a máscara com cuidado para cobrir a boca e nariz e amarre com segurança para minimizar os espaços entre o rosto e a máscara.
p) Enquanto estiver utilizando a máscara, evite tocá-la na rua, não fique ajustando a máscara na rua.
q) Ao chegar em casa, lave as mãos com água e sabão, secando-as bem, antes de retirar a máscara.
r) Remova a máscara pegando pelo laço ou nó da parte traseira, evitando de tocar na parte da frente.
s) Faça a imersão da máscara em recipiente com água potável e água sanitária (2,0 a 2,5%) por 30 minutos. A proporção de diluição a ser utilizada é de 1 parte de água sanitária para 50 partes de água (Por exemplo: 10 ml de água sanitária para 500ml de água potável). 
t) Após o tempo de imersão, realizar o enxágue em água corrente e lavar com água e sabão.
u) Após lavar a máscara, a pessoa deve higienizar as mãos com água e sabão.
v) A máscara deve estar seca para sua reutilização. 
w) Após secagem da máscara utilize o com ferro quente e acondicionar em saco plástico.
x) Trocar a máscara sempre que apresentar sujidades ou umidade.
y) Descartar a máscara sempre que apresentar sinais de deterioração ou funcionalidade comprometida.
z) Ao sinais de desgaste da máscara deve ser inutilizada e nova máscara deve ser feita.

O uso das máscaras caseiras é mais uma intervenção a ser implementada junto com as demais medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde como o distanciamento social, a etiqueta respiratória e higienização das mãos visando interromper o ciclo da COVID-19.

Essas medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, quando adotadas em conjunto, potencializam os efeitos da proteção contra o COVID-19 no país e por isso são tão importantes de serem adotadas por toda a população. A participação de todos é extremamente importante para a interrupção da cadeia de transmissão, independente da presença ou não de sintomas, uma vez que já existem evidências da ocorrência de transmissão pessoa a pessoa. 
Nesse sentido, o Ministério da Saúde adere e reforça a iniciativa organizada pela sociedade, chamada “Máscara para Todos” (#Masks4All) e reforça o lema “Eu protejo você e você me protege”.

 

texto copiado da nota normativa do Ministério da Saúde

terça-feira, 31 de março de 2020

Mantenha-se ativo durante a quarenta: dia 5 - Willian Fernandes


Nossos voluntários Willian e Raiane estão gravando vídeos para nos ajudar a realizar a atividade física dentro de casa durante a quarentena. Que tal aproveitar? Dia 5 do desafio #mantenhaseativonaquarentena Alongamentos De 2 a 3 vezes cada movimento alongando de 10 a 20 segundos em cada alongamento. Vamos juntos nessa?!🔥💪👊

segunda-feira, 30 de março de 2020

Coronavirus e a diminuição dos índices

Entenda de forma simplificada o porque é preciso ficar em quarentena em tempos de disseminação do Covid 19. Mas antes, apresentamos à vocês Dr. YGLESIO LUCIANO MOYSES SILVA DE SOUSA Médico, casado, pai de família, natural de São Luís - MA, 39 anos. Conquistou o 1º lugar geral na Universidade Federal do Maranhão em 1998. Após sua formatura em 2004, foi aprovado em mais de 20 concursos públicos. Tem experiência na área de Cirurgia Geral e Endoscopia. Foi o médico mais jovem do Brasil a concluir o doutorado em Fisiopatologia Experimental pela USP. Foi Diretor do Socorrão 1 em 2013 por um período de 7 meses, coordenando uma série de ações de impacto. Hoje, continua lutando pela saúde da população no SUS, onde já realizou mais de 100 mil atendimentos nos seus 14 anos de experiência profissional. Deputado Estadual no Maranhão e autor da Lei 11.177/2019, "Estabelece as Diretrizes Estaduais para as Ações Informativas e Paliativas sobre a Fibromialgia, e dá outras providências".

Mantenha-se ativo durante a quarenta: dia 4 - Willian Fernandes

Nossos voluntários Willian e Raiane estão gravando vídeos para nos ajudar a realizar a atividade física dentro de casa durante a quarentena. Que tal aproveitar? Dia 4 do desafio #mantenhaseativonaquarentena 4 apoios extensão: 2 séries de 25 repetições Elevação de quadril: 3 séries de 20 repetições. 4 apoios joelho em flexão: 2 séries de 25 repetições. Abdução solo (decúbito lateral): 3 séries de 15 repetições. Elevação de quadril (unilateral): 2 séries de 20 repetições. Abdução de quadril solo (elástico): 3 séries de 25 repetições. Abdução em pé com elástico: 2 séries de 20 repetições. Intervalo de 30 segundos em cada série. Vamos juntos nessa?!🍑🔥💪👊

sexta-feira, 27 de março de 2020

Informação confiável é a melhor solução

Por favor,
Escolham um site confiável e de credibilidade para lerem as notícias sobre o Covid-19.
E pronto!
Ficar "pipocando" vai deixar todo mundo doido.
Escolham um horário para saber as notícias também.
Informação é muito importante, mas em exagero pode matar...com certeza!

Sandra Santos
Presidência
Simone E Bombardi
Vice-Presidente
Abrafibro Associação Brasileira dos Fibromiálgicos


Desafio: Mantenha-se ativo durante a quarentena Aula Bonus

Nossos voluntário Willian e Raiane carinhosamente se uniram para nos ajudar durante este período de isolamento. Bora ver o que eles indicam???

Desafio: Mantenha-se ativo durante a quarentena Dia 3

Nossos voluntário Willian e Raiane carinhosamente se uniram para nos ajudar durante este período de isolamento. Bora ver o que eles indicam???

Desafio: Mantenha-se ativo durante a quarentena Dia 2 parte 2

Nossos voluntário Willian e Raiane carinhosamente se uniram para nos ajudar durante este período de isolamento. Bora ver o que eles indicam???

quinta-feira, 26 de março de 2020

Desafio: Mantenha-se ativo durante a quarentena Dia 2

Nossos voluntários: Educador Físico Willian Fernandes e sua esposa Raiane Barbosa (estudante de Nutrição) estão gravando vídeos para nos ajudar a realizar as Atividades Físicas, dentro de casa, durante a quarentena.
Que tal aproveitar?

Desafio: Mantenha-se ativo durante a quarentena Dia 1

Nossos voluntário Willian e Raiane carinhosamente se uniram para nos ajudar durante este período de isolamento. Bora ver o que eles indicam???


Que tal algumas sugestões para manter os idosos em casa durante a quarenta?

Como lidar com a resistência de idosos que não querem se isolar contra o coronavírus; veja 17 dicas

O ideal é criar uma grade de atividades para preencher a rotina em casa


Por Mariza Tavares
Jornalista, mestre em comunicação pela UFRJ e professora da PUC-RIO, Mariza escreve sobre como buscar uma maturidade prazerosa e cheia de vitalidade.

Eu estou me sentindo bem e só vou passar no mercado para comprar um mamão, porque o que tem aqui está acabando!
Já que não posso fazer minha aula de ginástica, quero pelo menos dar uma volta no quarteirão!

Filhos preocupados têm enfrentado uma espécie de “rebelião” de pais que são idosos, mas ativos, e que se recusam a permanecer em casa para se proteger do novo coronavírus. “Como não se identificam com a velhice frágil, não acreditam que vá acontecer algo com eles”, diz a médica geriatra Karla Giacomin, consultora da OMS para políticas públicas sobre o envelhecimento e ponto focal do Centro Internacional de Longevidade, o ILC-Brasil.

Para aliviar o isolamento, idosos devem ter uma grade de atividades para preencher a rotina  — Foto: Sabine van Erp por Pixabay

Para aliviar o isolamento, idosos devem ter uma grade de atividades para preencher a rotina — Foto: Sabine van Erp por Pixabay


Ela afirma que o ideal é criar uma grade de atividades para preencher a rotina. Os filhos podem ajudar os pais a montar um roteiro que preencha unidades de tempo, cada uma com cerca de meia hora de duração, e afaste a sensação de isolamento.
É uma forma de aumentar a resiliência para enfrentar a situação. Sei que é difícil convencer uma senhora prestes a fazer 90 anos e que está bem a não comemorar seu aniversário, mas o que deve ser enfatizado é que não se trata de uma punição, e sim de proteção”, explica a geriatra.
Discutir ou brigar só tende a piorar as coisas. A psicóloga, psicanalista e especialista em gerontologia Eloisa Adler reforça a necessidade de valorizarmos o que chama de “nova ordem mundial”: "temos que mostrar que, hoje, somos todos solitários solidários. O isolamento é para o bem comum. Ficar em casa pode também significar oportunidades de descobertas, de resgatar memórias”, propõe.
Seguem sugestões que servem como ponto de partida para afastar o tédio do idoso em quarentena, lembrando que a tecnologia deve ser vista como uma grande aliada nesse momento.

1) Exercícios: há inúmeros tutoriais na internet e os professores de academias também têm criado treinos on-line para seus alunos. Podem ser 20 ou 30 minutos, de manhã e à tarde.
2) Assistir ao noticiário, mas com o cuidado de consumir notícias de fontes confiáveis.
3) Ver programas de TV, filmes e séries.
4) Jogos: palavras cruzadas, caça-palavras, quebra-cabeça. Há aplicativos para a estimulação cognitiva que são divertidos e prazerosos.
5) Fazer visitas virtuais a museus.
6) Leitura, lembrando que há aplicativos para leitura no celular ou no iPad.
7) Ouvir música, tocar um instrumento, cantar.
8) Dançar ao som das músicas preferidas.
9) Organizar os armários e gavetas.
10) Dedicar-se à higienização da casa.
11) Cuidar do animal doméstico.
12) Criar um diário.
13) Atividades manuais ou artísticas, dependendo do talento e interesse de cada um.
14) Escrever a história da própria vida – há hoje editoras que fazem a publicação desses relatos em edições reduzidas.
15) Fazer cursos on-line. Há uma gama enorme de opções, muitos deles em português. Para esses tempos tão duros, os de mindfulness podem ser bem-vindos. 
16) Conversar com os amigos, por telefone ou aplicativos.

17) Fazer chamadas com vídeo diárias para filhos e netos, para matar as saudades. Rever vídeos antigos também é um bom programa.




texto original
https://g1.globo.com/bemestar/blog/longevidade-modo-de-usar/post/2020/03/22/como-lidar-com-a-resistencia-de-idosos-que-nao-querem-se-isolar-contra-o-coronavirus-veja-17-dicas.ghtml

sexta-feira, 20 de março de 2020

PANDEMIA! E AGORA, COMO FAÇO MEUS EXECÍCIOS FÍSICOS?

O nosso querido Profissional Voluntário da Educação Física, Prof Willian Fernandes fala para todos nós...
Preste muita atenção

<blockquote class="instagram-media" data-instgrm-captioned data-instgrm-permalink="https://www.instagram.com/tv/B971rrJnd03/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" data-instgrm-version="12" style=" background:#FFF; border:0; border-radius:3px; box-shadow:0 0 1px 0 rgba(0,0,0,0.5),0 1px 10px 0 rgba(0,0,0,0.15); margin: 1px; max-width:540px; min-width:326px; padding:0; width:99.375%; width:-webkit-calc(100% - 2px); width:calc(100% - 2px);"><div style="padding:16px;"> <a href="https://www.instagram.com/tv/B971rrJnd03/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" background:#FFFFFF; line-height:0; padding:0 0; text-align:center; text-decoration:none; width:100%;" target="_blank"> <div style=" display: flex; flex-direction: row; align-items: center;"> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; flex-grow: 0; height: 40px; margin-right: 14px; width: 40px;"></div> <div style="display: flex; flex-direction: column; flex-grow: 1; justify-content: center;"> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 4px; flex-grow: 0; height: 14px; margin-bottom: 6px; width: 100px;"></div> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 4px; flex-grow: 0; height: 14px; width: 60px;"></div></div></div><div style="padding: 19% 0;"></div> <div style="display:block; height:50px; margin:0 auto 12px; width:50px;"><svg width="50px" height="50px" viewBox="0 0 60 60" version="1.1" xmlns="https://www.w3.org/2000/svg" xmlns:xlink="https://www.w3.org/1999/xlink"><g stroke="none" stroke-width="1" fill="none" fill-rule="evenodd"><g transform="translate(-511.000000, -20.000000)" fill="#000000"><g><path d="M556.869,30.41 C554.814,30.41 553.148,32.076 553.148,34.131 C553.148,36.186 554.814,37.852 556.869,37.852 C558.924,37.852 560.59,36.186 560.59,34.131 C560.59,32.076 558.924,30.41 556.869,30.41 M541,60.657 C535.114,60.657 530.342,55.887 530.342,50 C530.342,44.114 535.114,39.342 541,39.342 C546.887,39.342 551.658,44.114 551.658,50 C551.658,55.887 546.887,60.657 541,60.657 M541,33.886 C532.1,33.886 524.886,41.1 524.886,50 C524.886,58.899 532.1,66.113 541,66.113 C549.9,66.113 557.115,58.899 557.115,50 C557.115,41.1 549.9,33.886 541,33.886 M565.378,62.101 C565.244,65.022 564.756,66.606 564.346,67.663 C563.803,69.06 563.154,70.057 562.106,71.106 C561.058,72.155 560.06,72.803 558.662,73.347 C557.607,73.757 556.021,74.244 553.102,74.378 C549.944,74.521 548.997,74.552 541,74.552 C533.003,74.552 532.056,74.521 528.898,74.378 C525.979,74.244 524.393,73.757 523.338,73.347 C521.94,72.803 520.942,72.155 519.894,71.106 C518.846,70.057 518.197,69.06 517.654,67.663 C517.244,66.606 516.755,65.022 516.623,62.101 C516.479,58.943 516.448,57.996 516.448,50 C516.448,42.003 516.479,41.056 516.623,37.899 C516.755,34.978 517.244,33.391 517.654,32.338 C518.197,30.938 518.846,29.942 519.894,28.894 C520.942,27.846 521.94,27.196 523.338,26.654 C524.393,26.244 525.979,25.756 528.898,25.623 C532.057,25.479 533.004,25.448 541,25.448 C548.997,25.448 549.943,25.479 553.102,25.623 C556.021,25.756 557.607,26.244 558.662,26.654 C560.06,27.196 561.058,27.846 562.106,28.894 C563.154,29.942 563.803,30.938 564.346,32.338 C564.756,33.391 565.244,34.978 565.378,37.899 C565.522,41.056 565.552,42.003 565.552,50 C565.552,57.996 565.522,58.943 565.378,62.101 M570.82,37.631 C570.674,34.438 570.167,32.258 569.425,30.349 C568.659,28.377 567.633,26.702 565.965,25.035 C564.297,23.368 562.623,22.342 560.652,21.575 C558.743,20.834 556.562,20.326 553.369,20.18 C550.169,20.033 549.148,20 541,20 C532.853,20 531.831,20.033 528.631,20.18 C525.438,20.326 523.257,20.834 521.349,21.575 C519.376,22.342 517.703,23.368 516.035,25.035 C514.368,26.702 513.342,28.377 512.574,30.349 C511.834,32.258 511.326,34.438 511.181,37.631 C511.035,40.831 511,41.851 511,50 C511,58.147 511.035,59.17 511.181,62.369 C511.326,65.562 511.834,67.743 512.574,69.651 C513.342,71.625 514.368,73.296 516.035,74.965 C517.703,76.634 519.376,77.658 521.349,78.425 C523.257,79.167 525.438,79.673 528.631,79.82 C531.831,79.965 532.853,80.001 541,80.001 C549.148,80.001 550.169,79.965 553.369,79.82 C556.562,79.673 558.743,79.167 560.652,78.425 C562.623,77.658 564.297,76.634 565.965,74.965 C567.633,73.296 568.659,71.625 569.425,69.651 C570.167,67.743 570.674,65.562 570.82,62.369 C570.966,59.17 571,58.147 571,50 C571,41.851 570.966,40.831 570.82,37.631"></path></g></g></g></svg></div><div style="padding-top: 8px;"> <div style=" color:#3897f0; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:550; line-height:18px;"> Ver essa foto no Instagram</div></div><div style="padding: 12.5% 0;"></div> <div style="display: flex; flex-direction: row; margin-bottom: 14px; align-items: center;"><div> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; height: 12.5px; width: 12.5px; transform: translateX(0px) translateY(7px);"></div> <div style="background-color: #F4F4F4; height: 12.5px; transform: rotate(-45deg) translateX(3px) translateY(1px); width: 12.5px; flex-grow: 0; margin-right: 14px; margin-left: 2px;"></div> <div style="background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; height: 12.5px; width: 12.5px; transform: translateX(9px) translateY(-18px);"></div></div><div style="margin-left: 8px;"> <div style=" background-color: #F4F4F4; border-radius: 50%; flex-grow: 0; height: 20px; width: 20px;"></div> <div style=" width: 0; height: 0; border-top: 2px solid transparent; border-left: 6px solid #f4f4f4; border-bottom: 2px solid transparent; transform: translateX(16px) translateY(-4px) rotate(30deg)"></div></div><div style="margin-left: auto;"> <div style=" width: 0px; border-top: 8px solid #F4F4F4; border-right: 8px solid transparent; transform: translateY(16px);"></div> <div style=" background-color: #F4F4F4; flex-grow: 0; height: 12px; width: 16px; transform: translateY(-4px);"></div> <div style=" width: 0; height: 0; border-top: 8px solid #F4F4F4; border-left: 8px solid transparent; transform: translateY(-4px) translateX(8px);"></div></div></div></a> <p style=" margin:8px 0 0 0; padding:0 4px;"> <a href="https://www.instagram.com/tv/B971rrJnd03/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" color:#000; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px; text-decoration:none; word-wrap:break-word;" target="_blank">Abrafibro</a></p> <p style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px; margin-bottom:0; margin-top:8px; overflow:hidden; padding:8px 0 7px; text-align:center; text-overflow:ellipsis; white-space:nowrap;">Uma publicação compartilhada por <a href="https://www.instagram.com/willianf_trainerfitwf/?utm_source=ig_embed&amp;utm_campaign=loading" style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; font-style:normal; font-weight:normal; line-height:17px;" target="_blank"> TrainerFit Willian Fernandes®</a> (@willianf_trainerfitwf) em <time style=" font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px;" datetime="2020-03-20T00:23:57+00:00">19 de Mar, 2020 às 5:23 PDT</time></p></div></blockquote> <script async src="//www.instagram.com/embed.js"></script>