Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar e interdisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas em diversos aspectos, como:
tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.
Você pode seguir nossos outros canais de notícias.
Escolha:
Aqui, você pode cadastrar seu e-mail, logo abaixo, na coluna à sua direita.
Ou escolher entre:
WhatsApp
Telegram

Notícias sobre Fibromialgia e Saúde.
Não são grupos interativos.

Discutimos ações em parcerias com pacientes e parlamentares, na busca por políticas públicas que dignifiquem e tragam à tona assuntos e benefícios importantes para nossa qualidade de vida.

TRADUTOR

Mostrando postagens com marcador Ayurveda. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ayurveda. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Explicando as Práticas Integrativas Complementares - PIC's: Medicina Ayurveda renova a energia vital das pessoas

Medicina Ayurveda renova a energia vital das pessoas

   

 

Baseada nos estudos do corpo, alma e mente, esta terapia indiana milenar utiliza técnicas de massagem, nutrição, aromaterapia e fitoterapia, como método de diagnóstico, prevenção e cura

Sistema natural de medicina, a ayurveda surgiu na Índia há mais de 3.000 anos. O termo é derivado das palavras sânscritas ayur (vida) e veda (ciência ou conhecimento), significando “conhecimento da vida”.

Com base na ideia de que a doença se deve a um desequilíbrio ou estresse na consciência de uma pessoa, a ayurveda incentiva certas intervenções no estilo de vida para recuperar o equilíbrio entre o corpo, a mente, o espírito e o meio ambiente.

Nesta terapia, utilizam-se técnicas de massagem, nutrição, aromaterapia, fitoterapia, dentre outras técnicas, como método de diagnóstico, prevenção e também cura, baseada nos estudos do corpo, alma e mente.

A medicina ayurveda acredita que existam energias no corpo, mente e meio em que se vive, e, quando há um desequilíbrio energético causado por problemas emocionais, trauma físico ou má alimentação, por exemplo, são acumuladas toxinas que dão origem às doenças.

O tratamento começa com um processo de purificação interna, seguido por uma dieta especial, remédios de ervas, massagem terapêutica, ioga e meditação. Atua na nutrição e hidratação da pele; aumenta a resistência imunológica e a força e o relaxamento muscular; melhora da circulação sanguínea e linfática, corrigindo os desequilíbrios energéticos, o que alivia e previne doenças como pressão alta, diabetes, dor crônica, alergia, ansiedade e depressão, por exemplo.

Banner Espaçamento

Massagem

A massagem ayurvédica é baseada nos pontos de pressão, projetada para curar o corpo e criar um equilíbrio entre mente, corpo e espírito. É um tratamento personalizado que incorpora pedras vulcânicas, óleos essenciais, tipicamente com infusão de ervas, com movimentos e amassados ​​consagrados e não tradicionais que atendem às necessidades de cada indivíduo.

O fluxo do movimento pode ser rápido ou prolongado, dependendo da pessoa; alguns spas oferecem dois terapeutas trabalhando em um hóspede simultaneamente.

A massagem ayurvédica não serve apenas para aliviar a dor, mas principalmente como medicina preventiva, aumentando a circulação, estimulando e fortalecendo o sistema linfático e abrindo o fluxo da força vital para limpar e revitalizar o corpo.


Tipos

Massagem Shiroabhyanga: tratamento para eliminar as toxinas dos sistemas arterial, venoso e linfático e reativar o metabolismo. É semelhante à drenagem linfática tradicional e tende a focar-se nas pernas. É recomendado em casos de retenção de água, problemas circulatórios, cansaço e excesso de toxinas no organismo.

Massagem Marma: massagem abrangente que ativa a circulação sanguínea, fortalece o funcionamento do cérebro e tem um efeito calmante e relaxante no corpo, mente e alma.

Massagem Champi: massagem feita no couro cabeludo, que permite desfrutar e sentir os seus efeitos durante e após a aplicação. Serve principalmente para aliviar o estresse e liberar a tensão. Alivia dores de cabeça, pescoço e costas.

 

Foto Destaque: Canva

fonte:

https://www.saboravida.com.br/gastronomia/2021/07/28/medicina-ayurveda-renova-a-energia-vital-das-pessoas/