Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A educação sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar ao paciente. Mas deve se estender aos familiares e amigos.
Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para darem lugar a ações mais assertivas com diversos aspectos, como: tratamento, mudança de hábitos, a compreensão de seu próprio corpo. Isso permitirá o gerenciamento dos sintomas, para que não se tornem de difícil do controle.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real e uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades - dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro se dedicam ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida daqueles por ela atingidos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a síndrome é "na cabeça", e não "da cabeça". Esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativado, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo dispara zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potencialmente dolorosas, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, o que melhor se adequa a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixar que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho, determinação e adesão.

Quer saber o que é FIBROMIALIGIA? na coluna ao lado esquerdo das postagem clique no link "Mas o que é fibromialgia"


TRADUTOR

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

SOBRE O LYRICA... ALGUNS CUIDADOS !!! IMPORTANTE SABER!!

LYRICA


LYRICA is not for everyone. LYRICA may cause serious allergic reactions. Tell your doctor right away about any serious allergic reaction such as swelling of the face, mouth, lips, gums, tongue or neck or if you have any trouble breathing. Other allergic reactions may include rash, hives and blisters. Tell your doctor about any changes in your eyesight, including blurry vision, muscle pain along with a fever or tired feeling. If you have diabetes tell your doctor about any skin sores.

Some of the most common side effects of LYRICA are dizziness, sleepiness, weight gain, blurred vision, dry mouth, feeling "high", swelling of hands and feet, and trouble concentrating. You may have a higher chance for swelling and hives if you are also taking angiotensin converting enzyme (ACE) inhibitors so you should let your doctor know if you are taking these medications. You may have a higher chance of swelling or gaining weight if you are also taking certain diabetes medicines.

You should not drive or operate machinery until you know how LYRICA affects you. Do not drink alcohol while on LYRICA. If you take medicines that make you sleepy you may feel more sleepy when you start LYRICA. Also tell your doctor if you are planning to father a child. Tell your doctor if you are pregnant, plan to become pregnant, or are breast-feeding. If you have had a drug or alcohol problem, you may be more likely to misuse LYRICA.

In mice, an increase in a specific type of blood vessel tumor was observed but no evidence of the same effect was seen in studies with rats. The clinical significance of this finding is unknown. During clinical studies in humans, none of the same tumor types were observed, although some new or worsening-preexisting tumors were reported (57 patients out of 6396 patient-years). It is not possible to know whether this is or is not related to LYRICA treatment. Talk with your doctor before you stop taking LYRICA or any other prescription medication. LYRICA is one of several treatment options for you and your doctor to consider.



TRADUÇÃO


LYRICA não é para todos. LYRICA pode causar reações alérgicas graves. Informe o seu médico imediatamente sobre qualquer reação alérgica grave, tais como inchaço da face, boca, lábios, gengivas, língua ou garganta, ou se você tiver alguma dificuldade para respirar. Outras reações alérgicas podem incluir erupções cutâneas, urticária e vesículas. Informe o seu médico sobre quaisquer alterações na sua visão, incluindo visão embaçada, dores musculares, juntamente com uma febre ou sentindo cansado. Se você tem diabetes informe o seu médico sobre qualquer úlceras cutâneas.

Alguns dos efeitos secundários mais comuns do LYRICA são tontura, sonolência, ganho de peso, visão turva, boca seca, sentir-se "alto", inchaço das mãos e pés, e dificuldade para concentrar. Você pode ter uma maior oportunidade para a expansão e colmeias se você está tendo também enzima conversora angiotensina (ECA), para que você deve deixar seu médico saber se está a tomar estes medicamentos. Você pode ter uma maior chance de ganhar peso, inchaço ou se estiver a tomar certos medicamentos para diabetes.

Você não deve conduzir ou operar máquinas até saber como LYRICA afecta. Não beba álcool enquanto ontário LYRICA. Se tomar medicamentos que você pode fazer você se sentir mais sonolenta sonolento quando começar LYRICA. Também diga ao seu médico se estiver a planear o pai de uma criança. Informe o seu médico se estiver grávida, a planear engravidar, ou estiver a amamentar. Se você teve um problema drogas ou álcool, pode ser mais provável a utilização abusiva LYRICA.

1Em ratos, um aumento de um tipo específico de vaso sanguíneo tumor foi observada, mas sem evidência de o mesmo efeito foi observado em estudos com ratos. O significado clínico deste achado é desconhecida. Durante os estudos clínicos em seres humanos, nenhum dos mesmos tipos de tumor foram observados, apesar de alguns novos ou piora-preexistente tumores foram relatados (57 doentes em cada 6.396 doentes-ano). Não é possível saber se esta está ou não relacionada com LYRICA tratamento. Converse com seu médico antes de parar de tomar LYRICA ou qualquer outra medicação por prescrição. LYRICA é uma de várias opções de tratamento para você e seu médico a considerar.



Fonte: www.lyrica.com (em inglês)

Tradução: tradutor google


Como sempre dissemos:

"O que bom para uns, pode não ser bom para outros"

Já é possível a importação deste medicamento, a um preço extremamente elevado... diga-se de passagem.

Porém podemos exigir do governo federal a compra dele. É um direito nosso, e um dever ele. Uma ação na justiça de um grupo grande como o nosso, que realmente resolve aparecer em público para reivindicar, acho difícil de demorar a decisão final do judiciário.

Mas uma ação individual, essa sim... vão anos e mais anos...

O direito é para todos! Claro, todos aqueles que podem e tem a prescrição desta medicação. E é obvio que não são poucos!

Vamos pensar rapidinho nesta idéia? Não dá pra demorar muito...

Advogado nós já temos. Ficaremos com as custas das taxas e custas do processo. Nosso amigo, abriu mão de seus honorários. Não é uma senhora ajuda?

Só reclamar, se deprimir, chorar, perder a motivação, não vai adiantar.

Use essa luta como a motivação.

Eu não gostaria que um ente querido tenha que passar pelo que estamos passando.

Penso em deixar um legado muito melhor para eles. E você?

Bom, agora deixo com vocês!

18 comentários:

Unknown disse...

Oi Sandra, meu médico me indicou o Lyrica como sendo uma alternativa no meu tratamento de fibro. Ainda estou meio perdida sobre o assunto.
Quanto a mensagem sobre a ação na justiça, já existe algo concreto sobre o assunto. O que tenho que fazer para participar.
no abraços a todos
PAtricia
patigosc@hotmail.com

Danielle Vanzuita disse...

Olá Sandra, o meu médico também me prescreveu o Lyrica para tomar, alegando que é o que há de novo no mercado para tratamento da fibro. Já comprei e comecei a tomar hoje. Vamos ver se realmente o medicamento é bom, porque ele é bem caro.
Abraços à todos... Danielle
danivanzuita@gmail.com

Anônimo disse...

oi.. meu nome e rosemeree
e eu tanbem estou sofrendo com fibro.
comesei tomar lyrica ontem...
e espero que de resultado. pois eu ando muito angustiada por causa das dores tem dias que nao da nem vontade de sair do quarto por causa das dores ,, e uma dor ensuportavel...ando meia dezanimada. pois gosto muito de trabalhar..mais agora com essas dores nao tenho mais vomtade de faser nada
espero que lyrica me traga um bom resutado.. um beijoo a todos
se vcs quiserem me deixar recado
emtra no meu imeio
merizinhahh@ hotmail.com

Sua Sub disse...

Oi, tomo lyrica desde fevereiro deste ano. A recomendação inicial foi para tomar 2 comprimidos, de 12 em 12 horas, porém, durante o dia eu ficava completamente tonta e sonolenta, então tomo apenas um antes de dormir. Bem, durante muitos meses eu gostava muito. Pelo menos, eu dormia muito bem. Mas, venho sentindo uma acentuada perda de memória e estou atribuindo ao uso. Além disso, ganhei nada menos que 7 kgs este ano!!! Estou pensando em fazer um teste e parar. Vou conversar com meu médico esta semana. Abraços a todos!!!
Gisele

Sua Sub disse...

Olá!
Uso lyrica desde fevereiro. A recomendação inicial eram dois comprimidos, um à noite, outro pela manhã. No entanto, durante o dia ficava muito sonolenta e tonta, então passei a usar somente à noite. As dores melhoraram um pouco e eu passei a dormir muito bem, coisa que há muito tempo não fazia. No entanto, venho sentindo ultimamente acentuada perda de memória e simplesmente engordei 7 kgs este ano! Estou pensando em parar, fazer um teste. Vou conversar com meu médico na próxima semana sobre o assunto.
Abraços a todos.
Amanda

Luzinete disse...

Ola, tenho Lupus e Fibromialgia e uma hernia de disco degenerativa. Minha reumatolologista prescreveu o Lyrica e o Cymbalta, o governo não me forneceu, uma ação conjunta é bem mais forte inclusie para reconhecimento de aposentadoria noo INSS, quero participar desta luta. Como fazer?

luzbrum.pedagoga@gmail.com

luzinete disse...

Tenho Fibromilagia, Lupus e Hernia de disco degenerativa. Uso o Lyrica e o Cymbalta, porém o Estado não fornece a medicação, uma ação conjunta vale mais que uma isolda. Inclusive temos que ser reconhecidos pelo INS para aposentadoriaa.
Quwro participar desta luta

luzbrum.pedagoga@gmail.com

Paulo Henrique disse...

Tenho uma cliente que ao tomar o Lyrica teve ulcera medicamentosa. Já foi proposta alguma ação indenizatória contra a fabricante?
Grato
Paulo Henrique

Alaise disse...

Alaise
também sofro com a fibromialgia, além da depressão, tomo lyrica , mas é muito caro , existe essa ação em conjunto?

Hoje que entrei nesse blog pela 1ª vez

estevanita disse...

é muito bom contarmos com um blog como esse. fui diagnosticada com fibromialgia e tomo a um dia lyrica e fluoxetina.gostaria de saber como faço para participar dessa luta. o remédio é realmente caro e a qualidade de vida de um portador dessa doença não é muito boa em todos os aspectos.quero muito participar. me chamo Estevanita moro em portelândia-go e tenho 41 anos. obrigada até mais.

Eliane Oliveira disse...

Ola, tambem sou portadora de lupus ,e tenho fibromialgia gostei muito da materia ,realmente e muito dificil imformaçao.continue nos informando.

Andreia Bernini disse...

Olá. Estou um tanto quanto apreensiva quanto ao uso do Lyrica. Tenho TAB há 5 anos e convivo com dores há 10 anos e neste último ano se agravou muito o quadro. O médico disse que para minha idade a situação é muito preocupante o objetivo do Lyrica seria atuar na ansiedade para tentar amenizar a dor junto com analgésico. Estou arrasada, sempre tive uma vida produtiva e tem dias que nem consigo andar direito, parece que um caminhão passou por cima de mim. Já tomo medicamentos para o TAB e para dormir, com eles a minha memória já não é mais a mesma, minha alimentação oscila muito.
Será que alguém tem uma experiência parecida com a minha que tome o medicamento?

unidade de luz disse...

Olá, minha mãe tem fibromialgia e foi recomendado o lyrica, porém ela não se adaptou com o medicamento, mas infelizmente ela comprou 5 caixas. Gostaria de saber se alguém aqui faz uso do medicamento e há algum interesse, claro que mais em conta que nas farmácias, apenas pra que ela possa comprar a fórmula que lhe foi indicada. Obrigada, renata. rbc64@hotmail.com

Vanessa Klein disse...

Eu estava muito animada com o Lyrica na redução das minhas dores.... em especial da coluna que não tem haver com a fibro. Porém esta semana tive muitos episódios de ansiedade ( pânico ), muita falta de concentração e discordância de pensamento e fala....foi muito ruim. Fiquei apavorada! Uma pena.........

patricia disse...

olá sandra,o meu médico também me prescreveu o Lyrica para tomar, alegando que é o que há de novo no mercado para tratamento da fibro. Já estou tomando as uns 3 meses,estou gostando muito,mas tem meses que eu demoro a comprar então as dores são enormes, vamos nessa luta! para ganharmos esse medicamento.Obrigada fique com DEUS

disse...

Boa noite !
tenho 30 anos e me diagnosticaram com cervicobraquialgia, tendinite e bursite nos dois ombros e fibromialgia tomo lyrica a 1 mes dei uma melhorada, mas quando faço esforço doi muito estou trabalhando e me sinto exausta sempre a tarde piora chega a noite fico co o pescoço e ombros rigidos

Marlian disse...

Olá! Constataram FM há quase dois anos... ja usei várias fórmulas e tentei usar cymbalta tres vezes mas nao me adaptei...
ontem me receitaram Lyrica e fiquei assustada com os depoimentos que li aqui...
Fui demitida há dois meses e entrei em quadro mais profundo de depressão, mas disso estou bem melhor. Nao dei entrada no seguro desemprego pois preferi auxilio doença uma vez q sei q este tratamento será demorado ... mas estou me sentindo péssima pois minha perícia foi desmarcada pela segunda vez por falhas no sistema...
Enfim...
já existe alguma ação coletiva!?
Um abraço
marlian1979@hotmail.com

Anônimo disse...

Oi.Eu tenho 52 anos,tenho fibromialgia sou professora e hoje estou com muita dor.Eu tomo Lyrica a dois meses e estou entrando na menopausa o que eu acho muito pior, pois não estou tomando nenhum remedio para reposição hormonal, além disso eu tenho bronectasia e uma bolha enorme no pulmão,mas estou tentando ter uma vida um pouco normal,estou andando na praia todos os dias, mas as vezes penso em parar de trabalhar,só que os meus rémedios são muito caros e não sei como conseguir ajuda do governo.